Objetivo

terça-feira, 8 de julho de 2008

É Proibido

(Pablo Neruda)

É proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças.

É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,
Não transformar sonhos em realidade.

É proibido não demonstrar amor
Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor.

É proibido deixar os amigos
Não tentar compreender o que viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles.

É proibido não ser você mesmo diante das pessoas…

Rifa-se um coração

(Clarice Lispector)

Rifa-se um coração quase novo.
Um coração idealista.
Um coração como poucos.
Um coração à moda antiga.
Um coração moleque que insiste
em pregar peças no seu usuário.

Rifa-se um coração que na realidade está um
pouco usado, meio calejado, muito machucado
e que teima em alimentar sonhos e, cultivar ilusões.
Um pouco inconseqüente que nunca desiste
de acreditar nas pessoas.
Um leviano e precipitado coração que acha que
Tim Maia estava certo quando escreveu...
"...não quero dinheiro, eu quero amor sincero,
é isso que eu espero...".
Um idealista...
Um verdadeiro sonhador...

Rifa-se um coração que nunca aprende.
Que não endurece, e mantém sempre vivaa esperança de ser feliz, sendo simples e natural.
Um coração insensato que comanda o racional
sendo louco o suficiente para se apaixonar.
Um furioso suicida que vive procurando
relações e emoções verdadeiras.

Rifa-se um coração que insiste
em cometer sempre os mesmos erros.
Esse coração que erra, briga, se expõe.
Perde o juízo por completo
em nome de causas e paixões.
Sai do sério e, às vezes revê suas posições
arrependido de palavras e gestos.
Este coração tantas vezes incompreendido.
Tantas vezes provocado.
Tantas vezes impulsivo.

Rifa-se este desequilibrado emocional que abre
sorrisos tão largos que quase dá pra engolir as orelhas,
mas que também arranca lágrimas e faz murchar o rosto.
Um coração para ser alugado, ou mesmo utilizado
por quem gosta de emoções fortes.
Um órgão abestado indicado apenas para
quem quer viver intensamente
contra indicado para os que apenas pretendem
passar pela vida matando o tempo,
defendendo-se das emoções.

Rifa-se um coração tão inocente
que se mostra sem armaduras
e deixa louco o seu usuário.
Um coração que quando parar de bater
ouvirá o seu usuário dizer
para São Pedro na hora da prestação de contas:
"O Senhor pode conferir.
Eu fiz tudo certo,
só errei quando coloquei sentimento.
Só fiz bobagens e me dei mal
quando ouvi este louco coração de criança
que insiste em não endurecer e,
se recusa a envelhecer"

Rifa-se um coração, ou mesmo troca-se por
outro que tenha um pouco mais de juízo.
Um órgão mais fiel ao seu usuário.
Um amigo do peito que não maltrate
tanto o ser que o abriga.
Um coração que não seja tão inconseqüente.

Rifa-se um coração cego, surdo e mudo,
mas que incomoda um bocado.
Um verdadeiro caçador de aventuras que ainda
não foi adotado, provavelmente, por se recusar
a cultivar ares selvagens ou racionais,
por não querer perder o estilo.
Oferece-se um coração vadio,
sem raça, sem pedigree.
Um simples coração humano.
Um impulsivo membro de comportamento
até meio ultrapassado.
Um modelo cheio de defeitos que,
mesmo estando fora do mercado,
faz questão de não se modernizar,
mas vez por outra,
constrange o corpo que o domina.

Um velho coração que convence
seu usuário a publicar seus segredos
e a ter a petulância de se aventurar como poeta.

Sonho


Toda mulher sonha com um bom casamento, uma casa, filhos saudáveis e uma família harmoniosa e feliz. E eu me pergunto se é pecado querer isso, se não é de nosso merecimento encontrar o alento de que o coração precisa.
É pecado amar? Por que será que algumas pessoas simplesmente são incapazes de enxergar que são o mundo de outras, que há alguém suspirando de amor por elas que é capaz de dar sua vida se preciso for por um segundo ao seu lado.
Desde quando amar tem que doer? Desde quando o amor tem que ser um martírio? Até quando eu vou te esperar no portão? Até quando eu vou dizer que te amo e você vai fingir que não está ouvindo? Quanto tempo mais eu terei que esperar para te ter por inteiro? Nosso tempo está se esgotando, tudo está passando muito rápido diante dos meus olhos, e eu já não sei mais o que dizer e nem o que pensar a respeito de nós dois.
Você já amou alguém a ponto do seu coração doer? Já amou alguém mais do que a si mesmo? Se você nunca sentiu nada disso, talvez você não conheça ainda o amor, e talvez eu tenha falhado na minha missão de ensiná-lo. Ainda não sei onde eu erro com você, já te dei toda a minha alma e a minha vida, e, por fim, eu te pergunto: o que mais você quer de mim? O que mais eu posso fazer para que seus olhos compreendam que meus olhos só brilham quando focam em você? O que mais eu preciso dizer para que seus ouvidos ouçam as minhas preces de amor? Será que é o momento de desistir? Eu não sei. Aprendi que quando amamos de verdade jamais desistimos. Mas o vento aqui é cada vez mais forte e o dia escurece cada vez mais cedo e eu não sei se eu ainda tenho forças para enfrentar tamanha tempestade.
Eu te amo e sei que ainda amarei por muito tempo, hoje mais do que nunca, mas sei também que nem sempre podemos ter tudo o que queremos, boa parte disso depende de você também. Eu quero, mas eu vejo que talvez você não queira tanto assim, e eu não posso te convencer, porque trata-se da sua vida. Apenas posso te dizer que tudo o que eu reservei e espero para nós dois é a mais pura e verdadeira felicidade que pode existir nesse mundo. A felicidade que só o amor pode conceder.
Eu não vou mais insistir. Deixei a porta aberta, e o caminho você já conhece muito bem. Eu ainda te espero no mesmo lugar de sempre...

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Mudanças Repentinas

Algumas coisas em nossa vida mudam de repente
E são tão rápidas que nem há tempo de se pensar direito
Mas tento crer que está tudo escrito no livro destino
Nada nessa vida acontece por acaso
Deus nunca falha nas missões que nos dá
E eu não posso falhar diante Dele
Estou feliz, sim, não posso dizer que não
Seria pecado renegar o que me foi concedido
Eu quero ser feliz, simplesmente
Não me importa onde, quando e nem por que
Eu quero sentir a alegria vindo de dentro do meu coração
Eu quero poder sorrir para a vida sem ter medo do amanhã
Eu quero dar o melhor de mim para a vida
Porque agora eu sei que não estou mais sozinha...