Objetivo

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Confissões de Fim de Ano


Sim, este foi um ano muito difícil para mim. Uma pessoa que eu amava muito e era muito especial na minha vida simplesmente partiu sem maiores explicações, deixando em meu coração uma ferida imensa e uma saudade que não pode ser descrita em palavras.
Confesso que sofri muito, minha vida perdeu o sentido, eu me entreguei completamente à tristeza, passei por maus momentos de depressão, desejei minha própria morte para encerrar a dor que sentia no peito, enfim... nenhuma palavra que eu possa escrever aqui é capaz de dar a idéia do que senti nestes meses que se passaram. Só quem vive essa situação é que consegue compreender o que estou dizendo. E, infelizmente, eu sei que, neste exato momento, muitos corações estão tão machucados quanto o meu. Eu simplesmente não desejo essa dor para ninguém, mas Deus é tão perfeito que até as dores nos ensinam grandiosas lições e nos fazem crescer.
Foi muito difícil também descobrir a verdade escondida por trás do silêncio da pessoa que eu amava quando ela partiu: uma terceira pessoa surgiu em nosso relacionamento, e despertou uma paixão avassaladora, tão avassaladora que conseguiu destruir um ano e dez meses de alegria, sorrisos, cumplicidade, sonhos, planos, amor e entrega. Esta história teve muitos capítulos na minha vida, capítulos que não cabem ser escritos aqui, uma porque o momento não pede, e outra, porque são coisas que eu prefiro manter na discrição que a situação pede, mas, em resumo, entre lágrimas, mentiras e omissões, eu, finalmente, fui capaz de enxergar a realidade que estava diante de meus olhos há um bom tempo, mas que eu me recusava a acreditar.
Mas eu não estou aqui para julgar a atitude de ninguém, principalmente porque eu também sou imperfeita, também cometo falhas, e não estou dentro do coração de ninguém para saber o que o levou a tomar tal decisão. Além disso, jamais falarei mal de uma pessoa que amo e que será sempre especial na minha vida, pois me deu também os maiores momentos de felicidade que vivi até hoje, uma pessoa que estará para sempre na minha memória e no meu coração. Para sempre. Porque a lembrança é uma coisa espetacular. Podem tirar tudo de você, a sua alegria, a sua vontade de viver, a sua motivação, os seus sonhos, o seu amor, mas as lembranças não. Elas pertencem a nós e, se assim desejarmos, morrem conosco.
Aprendi diversas coisas neste caminho escuro e cheio de espinhos que trilhei. Aprendi que a nossa fé em Deus deve ser sempre trabalhada e inabalável, pois nos momentos mais difíceis de nossas vidas Ele nos carrega no colo. Aprendi que tenho na minha família o maior porto do mundo, que todos podem me abandonar e me condenar, mas eles vão estar sempre esperando por mim, de braços abertos. Aprendi o valor do perdão, tanto perdoar a quem nos ofende, quanto a ser perdoado por quem nos ofendemos. Aprendi, ainda, um perdão maior, que muitas vezes não somos capazes de dar: a nós mesmos. Aprendi a não ficar me remoendo por erros cometidos, aprendi a me perdoar para seguir meu caminho sem mágoas, agonia e angústia. Compreendi a valiosa força da empatia, e tenho certeza de que, de hoje em diante, magoarei muito menos pessoas, pois antes de tomar qualquer atitude, pensarei se gostaria que fizessem o mesmo comigo. Aprendi o valor dos amigos, e o quanto eles podem nos ajudar a reconstruir corações partidos. Compreendi que a única pessoa que me acompanhará por toda a vida sou eu mesma, por isso preciso encontrar a felicidade dentro de mim, e não exigir e esperar que alguém a traga para mim. Aprendi o quanto a arrogância é destrutiva, e o quanto a nobreza de espírito faz bem à vida e ao coração de quem a tem. Compreendi o valor de um sorriso, e a importância de agradecer todos os dias pelas coisas boas que temos em nossa vida. Aprendi a importância da motivação, de acordar e deitar com um objetivo em mente, e acreditar sinceramente que aquilo acontecerá. Conheci e compreendi a força do pensamento positivo. Aprendi que o silêncio às vezes é a melhor arma e a melhor defesa. E, aprendi, principalmente que dar a outra face quando alguém nos bater no rosto, é pagar o mal com o bem, e não ser covarde. Sofri, sim, mas fiz da minha dor um caminho para o aprendizado, jamais um campo de lamentações.
Foi um ano muito difícil, sim. Mas também foi um ano espetacular, pois iniciei minha graduação em Administração, que era um sonho que eu trazia desde que terminei o Ensino Médio, mas que, infelizmente, a falta de dinheiro o adiou por três anos. Além disso, aproximei-me mais dos meus pais, que são a minha maior paixão. Vi a minha irmã realizar o grande sonho do matrimônio, depois de ter sofrido tanto com o amor. Conheci uma pessoa muito especial e, embora tenhamos ficado juntos por apenas dois meses e meio, foi alguém que me fez rir muito e alegrou os dias em que estivemos juntos. E, principalmente, conheci pessoas maravilhosas, que me ajudaram muito no momento mais difícil da minha vida, e que hoje eu posso, com toda a certeza, chamar de amigos. Eles dividem comigo os sorrisos e as lágrimas, as alegrias e as tristezas, os fracassos e as vitórias, enfim, são pessoas que estão sempre dispostas a estar ao meu lado, em qualquer situação. A citação de nomes não se faz necessária, porque cada um deles sabe que faz parte deste texto e que tem uma importância única na minha vida. No que depender de mim, amizade para toda uma vida! Saúde, alimento e conforto não faltaram no meu lar. E Deus estava lá ao meu lado, o tempo todo, mesmo quando eu acreditei que Ele havia me abandonado... todo mal traz um bem, mesmo que a gente demore para descobrir que bem é este.
Ao meu amor, agradeço por todos os momentos de felicidade, perdôo todas as vezes em que você errou comigo, peço perdão por todas as vezes que errei com você e te desejo, de toda minha alma e coração, que você seja muito feliz com o caminho que escolheu, que Deus acompanhe seus passos e guie seus atos. Ainda te amo, sim, não vou negar, mas eu quero que você seja feliz, mesmo que não seja comigo. A sua felicidade já me basta, já ma fará feliz também. E eu ofereço à vida o meu mais sincero sorriso, e entrego meu sentimento nas mãos de Deus, pois só Ele e o tempo curarão essa ferida ainda aberta no meu coração...
Sei que 2008 será muito melhor, não porque é o meu ano de sorte, mas porque eu estou me tornando uma pessoa melhor. E a nossa vida é simplesmente reflexo do que nós somos. Estou corrigindo meus erros, superando os obstáculos e olhando sempre para frente, na direção do horizonte. As dores existem, sim, e são inevitáveis. Mas o sofrimento... este é opcional. E eu estou optando por bani-lo da minha vida. Meu sonho maior está prestes a se concretizar, eu creio. E aquele que crê, tudo pode.


***Com lágrimas nos olhos, mas com o coração em paz***

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Desejos de Fim de Ano

- Que seu sorriso seja mais sincero e mais freqüente;
- Que as alegrias sejam sempre maiores do que as tristezas;
- Que se dê sempre mais importância aos momentos felizes do que aos momentos difíceis;
- Que saiba superar as dores e problemas de cabeça erguida, sempre acreditando no amanhã;
- Que sua fé em Deus seja sempre grande e inabalável;
- Que seus sonhos sejam bem sonhados e que você creia na possibilidade de tornarem-se reais;
- Que você abrace mais, beije mais, ame mais e expresse mais os seus sentimentos;
- Que você aprenda a perdoar, principalmente você mesmo, e ser perdoado;
- Que você não perca a fé e a motivação, mas se perder, que saiba onde buscar refúgio;
- Que não deixe o desespero tomar conta de sua vida;
- Que cultive seus grandes amigos e continue fazendo mais deles;
- Que respeite e reconheça o valor de sua família;
- Que encontre um grande amor, para dividir os sonhos e as alegrias;
- Que estude mais, que aprenda mais, que busque atividades que o façam crescer como pessoa;
- Que não gaste tempo falando da vida alheia. Cuide da sua vida, e permita que os outros cuidem das suas;
- Que não desperdice sua vida chorando ou sofrendo por nada e nem ninguém;
- Que viva sua vida da maneira que escolher e permita que as demais pessoas vivam as suas conforme esolheram, mesmo não concordando com suas decisões;
- Que mantenha o coração e a mente sempre em equilíbrio;
- Que cuide da sua saúde e bem-estar;
- Que ame a todos, inclusive aos que te odeiam;
- Que espalhe sorrisos e alegria por onde passar;
- Que compreenda o valor de cada segundo da sua vida;
- Que saiba ser feliz sem depender da felicidade de ninguém...
Paz, amor, saúde, alegria e realizações. São os meus votos para todas as pessoas, principalmente para aquelas que amo e que caminham a meu lado. Que este Novo Ano apague as tristezas do ano que passou e seja repleto de felicidade.
Que Deus acompanhe cada um de nós. Amém.

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

...Viver e deixar viver...

Antes de iniciar este texto, atenção especial à foto... este é um amigo muito querido, que eu amo muito, o Diego, mas que eu gosto de chamar de Di! Uma pessoa espetacular, muito especial, que eu sei que entende um pouco da minha alma... Amo de paixão!

Muitas vezes dizemos que a vida é muito difícil, mas, na vardade, não é a vida que é complicada, e sim nós, seres humanos.
Estou passando por um momento muito difícil da minha vida, que já dura quase oito meses, e são nos momentos de dificuldade que paramos para refletir sobre tudo. Já notou que quando estamos felizes jamais analisamos a nossa vida? Quando estamos felizes não queremos saber de nada, não nos importamos com nossas atitudes, e nem analisamos a maneira como nos sentimos. Apenas sabemos que estamos felizes, e isso basta. Mas quando estamos sofrendo, não. Paramos e analisamos tudo: o que nos levou a sofrer, quais comportamentos nos fazem mal, o que podemos fazer para nos tornarmos pessoas melhores, enfim... fazemos um balanço de tudo o que vivemos, as experiências boas e más, encontramos nossas falhas e tentamos corrigi-las, detectamos nossas qualidades e buscamos aprimorá-las, sempre na busca da tal da felicidade.
Confesso que não gostaria de ter passado por tudo o que passei, e essas situações me perturbam até hoje, embora já tenham ocorrido há um certo tempo, mas admito que, no sentido de crescimento pessoal, tudo isso contribuiu muito comigo, pois estou aprendendo muito nesta longa caminhada, estou trilhando caminhos difíceis, tenho pisado em espinhos, mas sempre em busca da direção do sol.
Não é fácil passar por uma decepção amorosa. A dor de romper um relacionamento quando amamos a pessoa que está partindo, porque ela escolheu assim, pode perfeitamente ser comparada à dor da morte de um ente querido. É uma tristeza sem fim, uma sensação de vazio, como se o mundo, de repente, tivesse ficado grande demais para a nossa presença, uma dor que atravessa o peito e ali se instala, torna-se praticamente uma dor física, ela é tão intensa que podemos senti-la no corpo. E o desânimo? E a vontade de se deixar ficar ali, inerte, até que a morte venha e faça o seu papel, afinal, não vemos mais sentido na vida, de repente tudo se perde, tudo fica estranho, paira um silêncio triste e melancólico. Daí vem a saudade... lembrança por lembrança, detalhada, vem à mente, passam como um filme da nossa vida... saudade da presença, do cheiro, do sorriso, do abraço, do beijo, da cara de bravo, até das manias que antes odiávamos! Saudade da companhia, das palavras, até mesmo do silêncio que às vezes se instalava, da cumplicidade, dos planos, dos sonhos, até mesmo das brigas, que sempre terminavam em um pedido de desculpas apaixonado e um longo beijo... enfim... saudade de tudo, e a dor de saber que aquele tudo nunca mais será seu...
Depois vem aquela vontade louca de procurar a pessoa, de tentar mostrar para ela tudo o que está deixando para trás, de tentar recontar a história para, quem sabe, tocar o coração dela assim como toca o nosso... enfim, pedir pra ela voltar, dizer que sem ela nada faz sentido, chorar, implorar, ajoelhar, fazer tudo o que for possível... sim, a vontade é essa. Mas, quando o coração se acalma e sai desse desvario, dando lugar à razão, percebemos que um dos segredos da vida é o "viver e deixar viver". Todas as pessoas têm livre arbítrio, podem escolher fazer o que quiserem de suas próprias vidas, mesmo que suas decisões machuquem pessoas ao redor. E quando a decisão de outrem nos contraria, simplesmente nada podemos fazer senão aceitar. Sofrer em silêncio, se remoer, mas aceitar. Vivemos nossa vida como queremos e permitimos que os outros vivam a sua, da maneira como decidirem. Esta é uma das muitas coisas que aprendi com o sofrimento que me acometeu.
Por mais que eu queira, que deseje de todo o meu coração uma pessoa, não posso obrigá-la a ficar a meu lado. Quem decidirá isso é ela, e eu terei que aceitar, permitir e seguir o meu caminho, de preferência sem lágrimas.
Não posso escrever sentimentos no coração de ninguém, mas posso apagar sentimentos do meu... simplesmente, viver e deixar viver!

***Que o tempo te mostre a verdade e a redenção***

Desejo

Desejo, primeiro, que você ame,
e que, amando, também seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecer
e esquecendo não guarde mágoa.
Desejo, pois, que não seja assim,
mas se for, saiba ser sem desesperar.

Desejo também que você tenha amigos
que, mesmo maus e inconsequentes,
sejam corajosos e fiéis,
e que pelo menos em um delesvocê possa confiar sem duvidar.

E porque a vida é assim,
desejo ainda que você tenha inimigos,
nem muitos, nem poucos,
mas na medida exata para que, algumas vezes,
você se interpele a respeito
de suas próprias certezas.
E que, entre eles, haja pelo menos um que seja justo,
para que você não se sinta demasiado seguro.

Desejo, depois, que você seja útil,
mas não insubstituível.
E que nos maus momentos,
quando não restar mais nada,
essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.

Desejo ainda que você seja tolerante,
não com os que erram pouco, porque isso é fácil,
mas com os que erram muito e irremediavelmente,
e que fazendo bom uso dessa tolerância,
você sirva de exemplo aos outros.

Desejo que você, sendo jovem,
não amadureça depressa demais,
e que, sendo maduro, não insista em rejuvenescer,
e que, sendo velho, não se dedique ao desespero.
Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e
é preciso deixar que eles escorram por entre nós.

Desejo por sinal que você seja triste.
não o ano todo, mas apenas um dia.
Mas que nesse dia descubra
que o riso diário é bom,
o riso habitual é insosso
e o riso constante é insano.

Desejo que você descubra,
com a máxima urgëncia,
acima e a despeito de tudo, que existem oprimidos,
injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.

Desejo ainda que você afague um gato,
alimente um cuco e ouça o joão-de-barro
erguer triunfante o seu canto matinal,
porque, assim, você se sentirá bem por nada.

Desejo também que você plante uma semente,
por mais minúscula que seja,
e acompenhe o seu crescimento,
para que você saiba de quantas
muitas vidas é feita uma árvore.

Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro,
porque é preciso ser prático.
E que pelo menos uma vez por ano
coloque um pouco dele
na sua frente e diga "isso é meu",
só para que fique bem claro quem é o dono de quem.

Desejo também que nenhum de seus afetos morra,
por ele e por você,
mas que se morrer, você possa chorar
sem se lamentar, sofrer e sem se culpar.

Desejo por fim que você, sendo um homem,
tenha uma boa mulher,
e que, sendo uma mulher,
tenha um bom homem
e que se amem hoje, amanhã e no dia seguinte,
e quando estiverem exaustos e sorridentes,
ainda haja amor para recomeçar.E se tudo isso acontecer,
não tenho mais a te desejar.

(Victor Hugo)

Recomeçar

Não importa onde você parou,
em que momento da vida você cansou,
o que importa é que sempre é possível
e necessário "Recomeçar".
Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo.

É renovar as esperanças na vida
e o mais importante:
acreditar em você de novo.
Sofreu muito nesse período?

Foi aprendizado.
Chorou muito?
Foi limpeza da alma.
Ficou com raiva das pessoas?

Foi para perdoá-las um dia.
Sentiu-se só por diversas vezes?

É por que fechaste a porta até para os outros.
Acreditou que tudo estava perdido?

Era o início da tua melhora.
Pois é!

Agora é hora de iniciar,
de pensar na luz,
de encontrar prazer nas coisas simples de novo.
Que tal um novo emprego?

Uma nova profissão?
Um corte de cabelo arrojado, diferente?
Um novo curso,
ou aquele velho desejo de apender a pintar,
desenhar,
dominar o computador,
ou qualquer outra coisa?
Olha quanto desafio.

Quanta coisa nova nesse mundão
de meu Deus te esperando.
Tá se sentindo sozinho?Besteira!Tem tanta gente que você afastou

com o seu "período de isolamento",
tem tanta gente esperando apenas umsorriso teu para "chegar" perto de você.
Quando nos trancamos na tristeza nem

nós mesmos nos suportamos.
Ficamos horríveis.
O mau humor vai comendo nosso fígado,
até a boca ficar amarga.
Recomeçar! Hoje é um bom dia para começar

novos desafios.
Onde você quer chegar?Ir alto.

Sonhe alto,
queira o melhor do melhor,
queira coisas boas para a vida.
Pensamentos assim trazem para nós
aquilo que desejamos.
Se pensarmos pequeno,

coisas pequenas teremos.
Já se desejarmos fortemente o melhor

e principalmente lutarmos pelo melhor,
o melhor vai se instalar na nossa vida.
E é hoje o dia da Faxina Mental.
Joga fora tudo que te prende ao passado,

ao mundinho de coisas tristes,
fotos,
peças de roupa,
papel de bala,
ingressos de cinema,
bilhetes de viagens,
e toda aquela tranqueira que guardamos
quando nos julgamos apaixonados.
Jogue tudo fora.
Mas, principalmente,
esvazie seu coração.
Fique pronto para a vida,
para um novo amor.
Lembre-se somos apaixonáveis,

somos sempre capazes de amar
muitas e muitas vezes.
Afinal de contas,
nós somos o "Amor".

(Paulo Roberto Gaefke)

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Amor Próprio

É muito comum ouvirmos as pessoas dizerem que se amam, que mantêm sua auto estima em alta, mas o amor próprio é muito mais profundo do que imaginamos.

Responda honestamente a você mesma:

Você gosta incondicionalmente de você?
É feliz na sua vida como ela está?
Faz todas as coisas que lhe fazem bem?
Procura tomar sempre decisões em favor de sua felicidade?

Logicamente que a maioria das respostas será "não". Se uma pessoa não se ama, não procura fazer sua própria felicidade, não conseguirá jamais amar verdadeiramente outra pessoa. Como pode dar algo que não tem?

Uma pessoa pode dizer que ama outra pessoa, mas o que acontece é que ela deve estar apenas apaixonada e paixão é bem diferente de amor, deve estar querendo amor de verdade, mas não consegue.
Dentro da aura de cada um existe um campo magnético que produz o magnetismo do amor.
Quando a pessoa se ama de verdade, esse campo magnético começa a irradiar um fluxo de energia especial, que se expande sobre todas as pessoas de seu convívio, até mesmo alguém que você não conheça, quando se lhe aproxima sente um calor ou um sentimento de amor, sente vontade de ficar ao seu lado, de conversar, estreitar laços de amizade.
Este encontro magnético acontece porque existe em você um fator de atração do Amor Próprio, e este só acontece quando alguém irradia telepáticamente e, logicamente, só conseguirá irradiar esta energia se realmente o estiver sentindo.
É por esta razão que muitas vezes algumas pessoas não se sentem bem ao lado de outras, e, dependendo da situação, considerando a falta de conhecimento, é comum pensarem que essas outras podem estar "carregadas" . Elas não estão carregadas no sentido literal da palavra; o que acontece é que estão sem nenhum Amor Próprio e, desta forma, irradiam ao espaço esta sensação de negatividade.
Uma pessoa que não se ama não está preparada para atrair a pessoa certa no amor e, quando atrai alguém, certamente será a pessoa errada e futuramente verá o erro que cometeu. Muitos querem encontrar a sua verdadeira Alma Gêmea, mas como, se não existe o principal dentro dela?
Toda pessoa que não se ama, pelo seu magnetismo pessoal, acaba atraindo também pessoas com mesma característica, e, devido a esta atração começam a acontecer problemas em relação à afetividade. Acabam sempre dividindo mágoas e ressentimentos.

Nunca poderemos dar amor, ou sermos amados verdadeiramente, se não formos os primeiros a fazê- lo. E para isso precisamos aprender a nos nos dar amor.
E como é possível isso? Vejamos:


Os Mandamentos da Auto-Estima

Quem se ama de verdade evita pensar ou vivenciar o passado triste e, quando se lembra, mentaliza apenas como experiência para sua evolução, vê de forma fria e natural tudo o que aconteceu no passado, procura tirar proveito dos acontecimentos do passado.

Quem se ama de verdade, mantêm o controle emocional para não deixar as calúnias, palavras ofensivas e desarmonias caírem sobre a sua Aura.

Quem se ama de verdade não espera ser compreendido, prefere compreender as pessoas de um modo geral, mantêm-se de bem com a vida e não se preocupa com a opinião alheia.

Não dá ouvidos às críticas, para que elas não evoluam.

Quem se ama de verdade não guarda raiva, rancor ou ressentimento, vê tudo a sua volta como se fosse um processo de auto-conhecimento, está sempre disposto a perdoar e compreender em qualquer situação.

Quem se ama de verdade não aceita sugestões negativas, policia seus pensamentos e procura analisar cada um.

Quem se ama de verdade não se magoa, não fica chorando quando é magoada. não se entristece por qualquer razão, não perde o controle em qualquer situação e não se deixa levar por qualquer situação negativa.

Quem se ama de verdade não tem medo da morte, das doenças, da pobreza ou falta de dinheiro, não sente medo, não se apega a nada.Quem se ama sente coragem e segurança de sempre recomeçar, se for necessário, sem medo do desconhecido.

Texto espetacular, que me fez pensar muito. É simples assim: eu não tenho amor próprio...rs

domingo, 16 de dezembro de 2007


O que dizer quando já não se tem palavras? Quando o coração quer gritar, mas já não tem forças? O que dizer quando mais nada faz sentido? Quando nem lágrimas mais se tem para chorar? Quando a alma é tomada por um vazio imenso?
Justo eu, que sempre tinha tanto a declarar, hoje não passo de um papel em branco. As idéias não vêm, as palavras não saem, os assuntos não surgem. Simplesmente não tenho nada a dizer, nem de amor e nem de dor, nem de alegria, nem de tristeza. Silêncio. Silêncio e apatia. Como se as palavras não mais fizessem sentido para mim. Quando as pessoas falam comigo, eu apenas sorrio. Um sorriso tolo e vazio, como a minha alma.
E se o amanhã simplesmente não vier? Acho que para mim tanto faz se amanhecer ou não, se chover ou se fizer sol, se você voltar ou não... tanto faz.
Será que é um silêncio eterno, ou apenas um momento da minha existência? Amanhã passa, eu sei que passa. Só preciso ter força e fé, está acabando já.

Meus dias de alegria estão se aproximando, lentamente...

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

...Tudo na minha vida...


Olhares dizem muito mais que palavras...
Simplesmente amo demais!

...Desvarios...

E de repente, não mais que de repente, do riso fez-se silêncio
E o meu mundo, que já era grande, ficou imenso
E meu coração, de alegria passou a sentir dor
Porque todo aquele aquele louco amor
Acabou, acabou, se desfez
O que será que a gente fez?
Ou será que não fez?
Acabou, como tudo um dia acaba
Mas eu não sabia que machucava tanto
Que quebrava, despedaçava o coração e a alma
Eu estou tentando manter a calma
Mas parece que a calma já não me convém...
Eu te quero aqui comigo
Me amando, sonhando, sorrindo
Eu quero ouvir meu celular tocar altas horas da madrugada
Com uma mensagem sua pra dizer que a sua cama está gelada
Simplesmente porque não tem meu corpo pra te aquecer
Porque não consegue me apagar e nem esquecer
Que quer ouvir a minha voz nem que seja por mais um segundo
Que larga qualquer coisa desse mundo
Só para correr e encontrar o meu abraço
Só para mudar tudo e seguir os meus passos
Só para me ver sorrir novamente...
Eu te quero aqui para sempre
Eu juro que não te deixo mais partir
Eu juro que só te faço rir
Eu juro que vou tentar te esquecer
Para tentar ser feliz, para não mais sofrer
Eu juro que ainda encerro essas palavras com meu silêncio
E deixo meu olhar falar tudo de mim...
Eu quero gritar, mas ninguém pode me ouvir
Eu quero parar, mas a vida me obriga a seguir
Eu quero te amar, mas você não pára de partir
Eu quero sonhar, mas meus pensamentos não me deixam dormir
Eu quero voar, mas Deus não deu asas pra mim...
Eu simplesmente quero você, mas você simplesmente não me quer...
O que fazer?

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Quase

Ainda pior que a convicção do não e a incerteza do talvez é a desilusão de um quase.
É o quase que me incomoda, que me entristece, que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi.
Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase morreu está vivo, quem quase amou não amou.
Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos, nas chances que se perdem por medo, nas idéias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver no outono.
Pergunto-me, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna; ou melhor não me pergunto, contesto. A resposta eu sei de cór, está estampada na distância e frieza dos sorrisos, na frouxidão dos abraços, na indiferença dos "Bom dia", quase que sussurrados. Sobra covardia e falta coragem até pra ser feliz.
A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai.
Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor, sentir o nada, mas não são. Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, o mar não teria ondas, os dias seriam nublados e o arco-íris em tons de cinza.
O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.
Não é que fé mova montanhas, nem que todas as estrelas estejam ao alcance, para as coisas que não podem ser mudadas resta-nos somente paciência porém,preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer.
Pros erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo.
De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance.
Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar.
Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.
(Autoria atribuída a Luís Fernando Veríssimo, mas que ele mesmo diz ser de Sarah Westphal Batista da Silva, em sua coluna do dia 31 de março de 2005 do jornal O Globo)

A História de um amor

“Eu jamais quis ser o pior, apenas o que sempre tocou seu coração. Eu gostaria hoje de lhe fazer um pedido de desistência. Eu acordei com vontade de ser feliz, mas o que mais em comove, é a tristeza que toma conta de minha alma a todo instante.
Eu ainda estive procurando nas estrelas, a mesma explicação de sempre. Porém, elas parecem ter desistido de mim também.
Minhas lágrimas caem dos olhos como se fossem lâminas, tudo isso te escrevo para provar para ti que eu não paro e nem sequer tento tirar você da minha cabeça por um só instante. O que eu mais queria neste momento era poder derramar gotas de sangue e torcer para que elas juntas formassem uma ponte para que você voltasse para a minha vida. Hoje o que eu sinto mais é a sua falta. A sua alma sempre foi mais importante para mim do que a minha própria alma, e tudo o que eu fiz foi muito mais por você do que para eu mesmo.
E são por estes e outros fatores que, enfim, tento te esquecer. Por saber que o futuro é mais que certo. Você jamais voltará.
Me lembro até hoje, o momento o qual nos conhecemos, você sentava perto de mim e na mesma sala. E eu sempre lhe dizia para parar de chorar por um antigo amor seu o qual jamais daria certo. Foi aí então que a união de nossos corações tocou mais forte os instrumentos da paixão. Eu sempre lhe dizia que se você me deixasse, seria o fim de um sonho que teria tudo pra dar certo.
Lembro-me do seu último desejo o qual você me pedia para lhe ajudar a voar, foi aí então, que eu a peguei no colo e a ajudei ficar distante do solo por alguns minutos. Ríamos juntos, era engraçado. Mas eu a ajudei a voar tanto, que hoje o vento percebeu que você era leve demais e então, ele a levou para sempre daqui.
Hoje não lhe trago palavras, apenas um olhar triste e vermelho devido às lagrimas as quais eu derramo e sempre derramarei pelo resto da minha vida por sua causa.
Eu não queria isso para mim e nem mesmo para você. Talvez eu caia na real um dia que nada disso era para mim e que agora você terá um caminho novo.
Eu nunca quis ninguém do mesmo jeito que eu quis você. E é por isso que dói o meu coração hoje.
Eu queria uma forma melhor de te dizer “eu te amo”, mas você não pode mais me ouvir. Espero que não se importe com as flores que lhe trago hoje, pois elas são tudo o que eu posso te dar hoje, se um abraço já não é mais possível entre nós. Mas o que importa hoje é que o que eu senti e sempre sentirei, foi e será sempre real e você sabia disso mais do que ninguém.
Mas eu espero mesmo que possamos um dia nos encontrar novamente e mais uma vez lhe peço, por favor, que não se importe com as flores que lhe trago hoje, pois o que mais dói não é a ausência sua de alguns dias atrás, não são as palavras de amor as quais você não disse muitas vezes e nem mesmo as caras de tristeza que você fazia quando eu lhe dizia coisas as quais você odiava. O que mais dói hoje é te ver aqui, pálida, sem ao menos saber de nada, nem sequer de onde veio, o tiro que lhe colocou neste horrível caixão, e que me trouxe tristemente até o seu enterro.
Eu só lhe peço que leve contigo a felicidade a qual passamos juntos, pois o nosso amor era o maior do mundo e eu jamais irei querer um igual para mim, pois sei que ele não existe.

Obrigado por me amar assim como eu sempre amei você. E lembra de quando você me perguntou sobre saudade? Ela dói sim e vai matando aos poucos”.
Texto muito triste, mas lindo. Só quem já sofreu por amor consegue compreender estas palavras. Qualquer tipo de perda quando amamos, dói assim...

Mais uma vez, adeus


E, de repente, o silêncio instalou-se e tomou conta de tudo. As palavras que sempre quis te encontrar para dizer, agora soam tolas e vazias dentro da minha memória. Talvez porque eu tenha percebido que elas não fazem nenhum sentido para você, e que percorrer o mundo apenas para dizê-las seria uma verdadeira perda de tempo. Afinal, o que posso fazer se nada comove o seu coração? De que maneira posso conduzir esta situação se hoje um grande abismo nos separa, mesmo meu coração ainda estando cheio de um intenso amor? Intenso, mas inútil amor. Porque amor não-correspondido não passa de amor inútil. Soa vazio, canta tristes versos para o vento...
Ontem eu decidi partir de uma vez por todas. Resolvi deixar tudo para trás e trilhar um novo caminho, juntar os últimos cacos de dignidade que me restam e mudar a direção, mesmo sabendo que é mais difícil caminhar contra o vento, remar contra a maré. Embora eu saiba de todas as dificuldades que passarei, é muito melhor do que continuar sofrendo por um amor sem sentido, que nunca voltará a ser realidade. Amor que um dia foi lindo, mas que hoje não passa de uma lembrança linda e triste. Se é que para você ainda restou alguma lembrança...
Mas, também, já não me importa mais. Porque hoje, quando te olho, eu não te reconheço mais. As atitudes que tanto admirava em seu jeito forte e decidido, hoje parecem já não mais existirem. Vejo-te rendido à vida, perdido em um mundo estranho ao seu, mas incapaz de reagir a qualquer coisa. Parece mesmo que você está deixando a vida conduzir seus passos, já não luta por mais nada, nem por você mesmo.
Mas mesmo assim eu continuo te amando. Amo, porque sei quem você realmente é. Amo, porque eu vi por detrás deste seu olhar frio, um coração quente e repleto de amor. Amo, porque vi uma vaga esperança no seu olhar. Amo, porque sei que um dia seus olhos se abrirão para o mundo novamente, e você voltará a ver a realidade. Amo, porque até hoje não encontrei nenhum sorriso lindo como o seu, e nem um abraço tão forte e acolhedor. Amo, porque o meu coração assim decidiu, e eu cansei de tentar mudar algo que não vai mudar. Amo, mas sigo meu caminho, e te deixo seguir o seu...
Mais uma vez, adeus. Sem olhar para trás...

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Escrevo-te

As Festas de Fim de Ano estão chegando e eu sei que vou me lembrar de você, onde quer que eu esteja. Vou lembrar das nossas risadas, dos pedidos que fizemos no último Ano Novo, do beijo que demos exatamente à meia-noite, porque eu ouvi dizer que quando um casal se beija na virada do ano eterniza aquela união (superstição boba, eu sempre soube, mas não custava nada tentar), da champanhe que bebemos juntos, da queima de fogos que assistimos na beira da praia, de mãos dadas, sob a luz do luar, com a fé de que o ano que entrava traria alegria e paz aos nossos corações.
Sim, eu vou me lembrar, porque não há maneira de esquecer, da sua risada gostosa, risada esta que eu busquei em muitos rostos, mas não encontrei nenhuma que se possa comparar à sua. Eu vou lembrar de todos os momentos que passamos juntos, não apenas os bons, onde fomos felizes, mas também os ruins, que mesmo parecendo impossíveis de serem passados, nós transpomos as barreiras, com a força do nosso amor e com a fé em dias melhores. Eu vou lembrar da nossa paixão intensa, das nossas juras de amor eterno, dos nossos sonhos e de todos os planos que traçamos de uma vida juntos. Eu vou me lembrar de tudo, e eu sei que as lágrimas serão inevitáveis...
Escrevo-te para pedir que volte para a minha vida, que venha de novo alegrar cada segundo da minha existência com esse sorriso bobo e esse abraço quente e acolhedor. Escrevo-te para dizer que eu me esqueço de tudo o que passou, que eu apago a dor que invadiu meu coração se você voltar, que eu perdôo qualquer coisa que você tenha feito se o seu arrependimento for sincero e você vier realmente para ficar.
Escrevo-te para que possa saber que a minha vida não tem o menor sentido longe de você e que eu não enxergo mais o sol e nem o brilho das estrelas desde o dia em que você partiu. Escrevo-te para que entenda que o maior amor que pode existir é o que eu senti e ainda sinto por você. Escrevo-te para que saiba que eu ainda não encontrei uma saída, embora tenha lutado todos os dias para sair desse labirinto imenso e vazio...
Enfim, escrevo-te apenas para dizer que eu vou lembrar de ti no fim do ano... na verdade, eu nunca esqueço, lembro de ti todos os dias, a toda hora...
Então escrevo-te apenas para dizer que Eu te Amo... ainda.

...Um pouco de mim...


Sim, ela era uma menina muito feliz. Sempre alegre, distribuía sorrisos por onde passava, era muito querida, todos a conheciam e todos admiravam seu jeito espontâneo e determinado de ser. Muito segura de si, não permitia que nada abalasse seu humor e sua alegria, nem mesmo os quilinhos a mais que faziam parte do seu corpo.
Acreditava no amor, naquele amor de conto de fadas, onde o príncipe tem um sentimento profundo e verdadeiro e só tem olhos para sua princesa. Sempre prezou e valorizou a beleza interior, considerando que é ela quem determina o que uma pessoa realmente é.
Sempre amou demais, todas as pessoas a seu redor. Sua família, seus amigos, seus amores... cada um de um jeito especial e único, chorou e sorriu por cada um, esteve ao lado nos momentos bons e ruins...
Até que um dia, decidiram que ela não deveria sentir-se mais feliz. E mostraram para ela um mundo sombrio, onde as pessoas enganam umas às outras, onde um sorriso belo e falso vale mais que um sorriso sincero vindo do coração, onde o padrão magérrimo de beleza é que dita quem merece e quem não merece ser amado, onde as pessoas vivem de aparências, onde o bem e o mal caminham lado a lado, as vezes em uma mesma pessoa... e ela foi perdendo seu brilho. Deixou de acreditar em si. Olhava-se no espelho e sentia-se o verdadeiro patinho feio. Passou a se esconder das pessoas, com medo do julgamento que fariam dela. Continuou a sorrir, mas já não era mais um sorriso de felicidade verdadeira. Passou a ter medo da vida. Decepcionou-se com grandes amores e grandes amigos. Começou a sentir medo de machucar-se, por isso começou a evitar os relacionamentos. Deixou de ver sentido na vida. Perdeu completamente sua auto-estima. As lágrimas começaram a tomar conta do seu rosto que antes era só sorrisos. Foi perdendo o gosto por viver, por sorrir, por sonhar... fechou-se em um mundo só seu, um mundo de sonhos, onde ela planejava cada detalhe do que acontecia... neste mundo, ninguém a magoava, ninguém a enganava. Neste mundo, ela se casava com o grande amor de sua vida, tinha o corpo de seus sonhos e espalhava seus versos de amor aos quetro ventos. Veio a depressão. Já não saía mais de casa, já não mais sorria, sequer falava. Dormia dias e dias seguidos, pois descobriu no sono a fuga perfeita, a abstração completa de todos os seus fantasmas e sofrimentos...
Até que um dia, ela decidiu abrir os olhos, fazer uma oração sincera a Deus, pedindo forças e um caminho a seguir. Deus ouviu as suas preces e a guiou pelo caminho da paz interior: conhecer e amar a si mesmo é o melhor caminho para felicidade.
E ela está trilhando este caminho pacientemente. Há dias em que não é fácil, as quedas ocorrem e os obstáculos surgem, mas sempre focada em seu objetivo, ela segue a estrada. E quando cai, quem a pega no colo e a consola é o Senhor.
Esta sou eu. Bem-vindo à minha vida. Reescrevendo a minha história com fé, força e perseverança. Meu dia há de chegar.
Como sempre diz minha mãe: é fácil amar a quem te ama, quero ver você amar a quem te odeia. Nunca mais guardarei ódio no meu coração, pois é o meu fígado que ele corrói, e não o da pessoa odiada. Hoje compreendo a passagem da Bíblia em que Jesus leva um tapa na face e dá a outra ao invés de revidar. Isso não se chama covardia, como eu pensava. Chama-se nobreza de espírito.

***Que minhas palavras continuem a me guiar***

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Dicas para Elevar sua Auto-Estima

Aqui estão algumas dicas para identificar e aumentar sua auto-estima:

O que é auto-estima?
É a opinião e o sentimento que cada pessoa tem por si mesma. É ser capaz de respeitar, confiar e gostar de si.

Melhor caminho para o autoconhecimento: diálogo interno.

Características da baixa auto-estima:
- insegurança;
- inadequação;
- perfeccionismo;
- dúvidas constantes;
- incerto do que se é;
- sentimento vago de não ser capaz de realizar nada >> depressão;
- não se permite errar;
- necessidade de: agradar, receber aprovação, ser reconhecido.

O que diminui a auto-estima?
- críticas e autocríticas;
- culpa;
- abandono;
- rejeição;
- carência;
- frustração;
- vergonha;
- inveja;
- timidez;
- insegurança;
- medo;
- humilhação;
- raiva;
- e, principalmente: perdas e dependência (financeira e emocional).

Quando começa a se formar

Na infância. A partir de como as outras pessoas nos tratam. Quando criança pode-se alimentar ou destruir a autoconfiança. Auto-estima baixa geralmente está relacionada a falsos valores. Crença que é necessária aprovação da mãe ou pai

Para elevar a auto-estima é preciso:
- autoconhecimento;
- manter-se em forma física (gostar da imagem refletida no espelho);
- identificar as qualidades e não só os defeitos;
- aprender com a experiência passada;
- tratar-se com amor e carinho;
- ouvir a intuição (o que aumenta a autoconfiança);
- manter diálogo interno;
- acreditar que merece ser amado(a) e é especial;
- fazer todo dia algo que o deixe feliz. Pode ser coisas simples como dançar, ler, descansar, ouvir música, caminhar.

Resultados da auto-estima elevada
- mais à vontade em oferecer e receber elogios, expressões de afeto;
- sentimentos de ansiedade e insegurança diminuem;
- harmonia entre o que sente e o que diz;
- necessidade de aprovação diminui;
- maior flexibilidade aos fatos;
- autoconfiança elevada;
- amor-próprio aumenta;
- satisfação pessoal;
- maior desempenho profissional;
- relações saudáveis;
- paz interior.

Lembre-se: a pessoa mais importante do mundo é você!

(Texto de Rosimeire Zago, Psicóloga, ao site Cyber Diet.)

Auto-estima baixa: não é uma frescura qualquer, é uma doença psicológica, que pode destruir uma vida. Por isso, muito cuidado com o que diz às pessoas, não machuque ninguém com palavras, deboches e nem humilhações. Cada pessoa é especial e única a seu modo, e tem seu valor. Aprenda a valorizar as pessoas para ser valorizado também.

domingo, 9 de dezembro de 2007

Pedido de Socorro


Há um momento na vida em que parece não haver mais saída. Vejo-me perdida em um imenso labirinto, e minhas únicas companhias são meus medos, angústias, tristezas e dores. Para cada lado que olho, só vejo paredes. E cada passo que dou em busca da porta de saída, parece que adentro ainda mais o labirinto. Eu tento gritar por socorro, mas não sei se é a minha voz que não sai ou se ninguém está me ouvindo mesmo. Ou até mesmo se não querem ouvir. E o que fazer neste momento de vazio e escuridão? Desistir? Persistir? Lutar? Entregar-se? Deixar que a vida me leve? Eu não sei a resposta desta pergunta... meus olhos já estão cansados de chorar, e minha alma já não tem forças para tentar mais nada... eu não sei mais o que fazer... na minha cabeça, um só pensamento: a morte... talvez ela alivie todas as angústias e todas as incertezas... ela é a fuga, ela é a única solução que vejo para o fim de toda essa tristeza que eu sinto no meu coração...

Eu quero tanto fazer tudo diferente, mas cada vez que eu tento me reerguer, parece que uma força mais forte me puxa pra baixo... eu não sei mais o que sentir, eu não sei mais o que dizer... eu tenho tudo o que uma pessoa da minha idade poderia querer, mas mesmo assim eu não consigo me sentir feliz... parece que falta alguma coisa na minha vida, mas eu não sei explicar o que é... essa dor me machuca há muito tempo, desde criança, e eu sempre deixei doer, achando que um dia ia passar... mas não passou! Continua doendo, continua me machucando, continua me afastando das pessoas que eu amo... eu estou começando a achar que é falta de Deus...

A verdade é uma só: eu estou muito magoada ainda e, embora eu saiba que não deva sentir esse tipo de coisa, eu me sinto tão injustiçada em relação a algumas coisas da vida... jura pra mim que a vida é isso que eu enxergo, que as pessoas fazem esse tipo de coisa que andaram fazendo comigo? Não que eu queira ser vítima de nada, mas eu sempre dei o meu melhor, será que o nosso melhor não é o suficiente?

Por trás desse sorriso eu escondo tantas lágrimas, tanta angústia, tanto vazio... eu sei que eu estou jogando a minha vida no lixo, que quando eu estiver mais velha me arrependerei amargamente de tudo isso, mas eu não sei como faço pra passar tudo isso... e eu vejo a minha mãe sofrendo junto comigo, e isso dói ainda mais em mim, eu não quero fazer isso com ela, ela é uma pessoa espetacular, que está sempre do meu lado me ajudando, tentando me apoiar do jeito dela... eu não quero que ela sofra por mim, não quero...

Desculpe o desabafo, é que eu não aguento mais esse turbilhão de sentimentos dentro de mim, eu não consigo mais lidar com os meus fantasmas, então, Deus, eu te peço publicamente: me ajuda! Alivia o meu coração, me traz brilho para os olhos, me ensina a viver, a aceitar as coisas que não posso modificar, a tomar um rumo na minha vida, a sentir aquela alegria gostosa que vem de dentro do coração, que está escondida num simples pôr-do-sol ou no fato de eu ter acordado viva, ou de estar ao lado dos meus amigos... Deus, por favor, não me abandona! Eu preciso tanto de Ti! Tira esses pensamentos horríveis da minha cabeça, me ensina a me amar e a saber do meu valor, da pessoa que eu sou! Eu não tenho vergonha de pedir a Sua ajuda e de dizer do amor e da fé que tenho... por favor...

Em nome de Jesus Cristo. Amém.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

...Aprendendo a Aceitar...


Oração da Serenidade

Concedei-me, Senhor
A serenidade necessária
para aceitar as coisas que não posso modificar
Coragem para modificar as coisas que posso
E sabedoria para discernir umas das outras

"Hoje, não importa aonde eu vá, não importa o que eu faça, minha principal intenção é ver o que desejo ver; nada é mais importante do que eu me sentir bem".
Embora tudo esteja muito estranho dentro do meu coração, ofereço à vida o meu mais sincero sorriso. Quem sabe se eu continuar tentando, a vitória não virá?

"Fé em Deus, que Ele é justo
Hei, irmão, nunca se esqueça
Na guarda, guerreira, levanta a cabeça
Truta, onde estiver, seja lá como for
Tenha fé, porque até no lixão nasce flor"

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Instruções para a Vida

1 - Dê mais as pessoas do que elas esperam, e o faça com alegria.
2 - Decore o seu poema favorito.
3 - Não acredite em tudo que você ouve, gaste tudo que você tem e durma quanto queira.
4 - Quando disser "Eu te amo", seja verdadeiro.
5 - Quando você disser "Sinto muito", olhe para a pessoa nos olhos.
6 - Fique noivo pelo menos seis meses antes de casar.
7 - Acredite em amor a primeira vista.
8 - Nunca ria dos sonhos de outra pessoa.
9 - Ame profundamente e com paixão. Você pode se machucar, mas é a única forma de viver a vida.
10 - Em desentendimentos brigue de forma justa. Não use palavrões.
11 - Não julgue as pessoas pelos seus parentes.
12 - Fale devagar, mas pense com rapidez.
13 - Quando alguém perguntar algo que você não quer responder, sorria e pergunte: Por que você quer saber?
14 - Lembre-se que grandes amores e grandes conquistas envolvem grandes riscos.
15 - Ligue para a sua mãe.
16 - Diga "Saúde" quando alguém espirrar.
17 - Quando você perder, não perca a lição.
18 - Lembre-se dos 3 Rs, Respeito por si próprio, Respeito pelo próximo, Responsabilidade pelas suas ações.
19 - Não deixe uma pequena disputa ferir uma grande amizade.
20 - Quando você der conta que cometeu uma erro, tome as atitudes necessárias.
21 - Sorrir ao atender o telefone. A pessoa que estiver chamando sentira isso em sua voz.
22 - Case com um homem/mulher com que você adore conversar. Ao envelhecer, suas aptidões de conversação serão tão importantes quanto qualquer outra.
23 - Passe mais tempo sozinho.
24 - Abra seus braços para mudanças, mas não abra mão de seus valores.
25 - Lembre-se de que o silêncio, as vezes, é a melhor resposta.
26 - Leia mais livros e assista menos TV.
27 - Viva uma vida honrada. Assim, quando ficar mais velho e olhar para trás, poderá aproveitá-la mais uma vez.
28 - Confie em Deus, mas tranque o seu carro.
29 - Uma atmosfera de amor em sua casa é muito importante. Faça o que puder para mantê-la.
30 - Em desentendimentos com entes queridos, enfoque a situação atual. Não fale do passado.
31 - Procure ler o que está nas entrelinhas.
32 - Reparta o seu conhecimento. É uma forma de alcançar a imortalidade.
33 - Seja gentil com o planeta.
34 - Reze. Há um poder imensurável nisso.
35 - Nunca interrompa enquanto estiver sendo elogiado
.36 - "Cuide de sua própria vida".
37 - Não confie num homem/mulher que não feche os olhos enquanto beija.
38 - Uma vez ao ano, vá a um lugar onde nunca esteve antes.
39 - Se você ganhar muito dinheiro, coloque a serviço de ajudar outros enquanto for vivo. Esta é a melhor satisfação da riqueza.
40 - Lembre-se que não conseguir algo que você muito deseja, as vezes é um golpe de sorte.
41 - Aprenda as regras e quebre algumas.
42 - Lembre-se que o melhor relacionamento é aquele onde o amor de um pelo outro é sempre maior do que a necessidade de um pelo outro.
43 - Julgue seu sucesso pelas coisas que você teve que renunciar para consegui-lo.
44 - Lembre sempre que seu caráter é seu destino.
45 - Usufrua do amor e a culinária com abandono total.
(Autor Desconhecido)
Estas são dicas preciosas, que tornam nossos dias mais felizes. Estou me esforçando muito para seguir estes princípios na minha vida e, confesso, estou me sentindo muito feliz. Perdoar as ofensas e pedir perdão a quem ofendemos trazem ao coração uma sensação de alegria e alívio indescritíveis. A vingança não nos leva a lugar nenhum. Só enche nosso coração de ódio e doenças, que recaem sobre nós, jamais a quem odiamos. Por isso, ame sempre. Mesmo quando a pessoa te der todos os motivos do mundo para odiá-la. O bem maior virá para você.

Escrevendo a minha História


Hoje o dia amanheceu nublado e chuvoso, mas, mesmo assim, o sol brilha em minha alma. Simplesmente prometi a Deus dar um novo rumo à minha vida e constatei que, de fato, quando queremos algo de coração, somos plenamente capazes de conseguir, com a nossa força de vontade somada à nossa fé em Deus.
Por mais que as lágrimas insistam em rolar por meu rosto cansado de tanto sofrer, quando elas vierem, farei um esforço enorme para afastar os pensamentos que as convidam. Concentrarei minha mente em assuntos que me alegrem, que encham meu coração de paz, até que, um dia, todo este esforço se tornará um hábito, e eu passarei a fazê-lo automaticamente, sem nem sentir.
Quando as lembranças insistirem em fazer parte do meu presente, lembrarei que todas elas são maravilhosas e fazem parte de um passado glorioso, mas que não passa de passado. Não vou odiar e nem esquecer esses momentos espetaculares, apenas guardarei em seu devido lugar – no passado.
Quando o amor que ainda trago no coração quiser falar mais alto, eu vou obrigá-lo a calar-se, vou trancá-lo no meu coração até que ele perceba que já não é mais bem-vindo e decida desaparecer. No lugar dele, surgirá um amor diferente e extremamente necessário à minha vida: o amor-próprio. Podemos amar a quem quisermos, desde que esse amor não machuque o nosso amor-próprio.
Quando o desânimo e a vontade de morrer me invadirem, eu vou rezar e pedir a Deus força para passar por essas fases complicadas, além disso vou segurar bem forte nas mãos das pessoas que me amam e querem meu bem, pois sei que seu alento confortará meu coração e trará alegria à minha alma.
Quando o meu único desejo for desaparecer do mundo, eu vou pensar que fugir não resolverá nada, que é muito mais sensato encarar o problema de frente e resolvê-lo a qualquer custo, mesmo que isto me custe alguns momentos de sofrimento, no futuro só me trará alegrias. Compreenderei também que “Deus escreve certo por linhas tortas” e que, embora muitas vezes não compreendamos as coisas que nos ocorrem, elas são aquelas que Deus sabe que são as melhores possíveis. Eu vou acreditar em dias melhores, e sempre que acreditamos em algo com toda a nossa fé, com certeza acontece.
Eu vou escrever a minha história, a partir de agora parei de ser apenas uma vítima das situações, e tomei a posição de escritora e responsável da minha felicidade. Eu não quero mais chorar. Eu não quero mais lembrar. Eu não quero mais pensar. Quero apenas conduzir o meu caminho com alegria, fé, forças e sonhos. Sonhos bem sonhados tornam-se reais.
Agradeço às pessoas que estão sempre ao meu lado, me apoiando e me dando forças para seguir este caminho longo e difícil, mas extremamente prazeroso, que é a vida.
Caindo e levantando, chorando e sorrindo, morrendo e renascendo e, o principal de tudo, cada dia tornando-me uma pessoa melhor...

...Adeus, meu amor...

Estou partindo contra a minha vontade, mas sei que é o melhor a ser feito, tanto para mim quanto para você. Eu poderia ter escrito “melhor para nós dois”, mas tenho plena consciência de que a palavra “nós” já não se enquadra mais a mim e você, pois não estamos mais unidos pelo laço do amor, porque da sua parte acho que já não existe mais este sentimento em relação a mim.
Antes de ir e fechar essa porta para sempre, só quero que você saiba que o tempo ao seu lado foi o melhor até hoje na minha vida e que vou levar apenas as lembranças maravilhosas; as ruins eu vou deixar para trás, pois só me trarão mais dor e sofrimento. Quero que saiba também que eu ainda te amo muito, e que sei que vai ser muito difícil esquecer este sentimento, mas prometo que a partir de hoje farei um esforço muito grande para isso, não para o seu bem, mas para o meu, pois preciso reconstruir a minha vida e voltar a sorrir sinceramente. Falo de esquecer o sentimento porque sei que você eu não vou esquecer nunca, pois pessoas especiais deixam marcas que não são possíveis de serem apagadas de nossa vida. E você não só foi como ainda é muito especial para mim, embora agora eu esteja sendo obrigada a me afastar de você. Confesso que esta decisão está doendo muito em mim, e eu não faço nem idéia de como vou conseguir viver sem saber como você está, mas eu preciso fazer isso, afinal, as nossas vidas agora estão separadas e tomando rumos tão diferentes! Você já está até com outra pessoa e, embora me doa muito saber disso, eu desejo de coração que ela te faça muito feliz, pois você merece que a vida te sorria sempre. Eu não quero guardar mágoas de tudo o que aconteceu, por isso é melhor que não nos vejamos nem nos falemos mais, pois este contato apenas alimentará dentro de mim uma esperança infundada, um sonho que não tem possibilidade de se tornar real.
E eu acho que já sofri mais do que deveria sofrer, esta história já se prolongou demais e não está nos levando a lugar nenhum. Estou fugindo mesmo, fugindo da saudade e das lembranças que não me deixam em paz um dia sequer. Eu ainda não sei como, mas preciso te arrancar dos meus pensamentos, pois desde o dia em que terminamos não tenho outro pensamento ao acordar e antes de dormir que não seja você, e isso está me impedindo de ter uma vida feliz e em paz, pois cada vez que penso em você meu coração acende uma esperança... eu não quero mais ter esperanças e nem qualquer expectativa com relação a nós dois, vou entregar nas mãos de Deus, para que Ele faça o que for melhor. O que tiver que ser, será. E não é a minha ansiedade e meu sofrimento que vão conduzir a situação.
Preciso viver! Eu sei o quanto está sendo difícil para mim tomar essa decisão, mas não vejo mais saída. Ou me liberto deste sentimento, ou morro! Não há mais possibilidade de viver dia após dia sonhando com uma volta que nunca acontece, ou com algum milagre que te traga de volta para mim.
Eu preciso ter força e coragem para aceitar a situação que está diante de meus olhos, mesmo que ela me machuque tanto. Não posso mais fingir que está tudo bem, a sua presença constante em minha vida está me fazendo mal, pois cada vez que eu acho que estamos perto de reatar e continuar a escrever a nossa história de amor, te vejo cada vez mais perto dela e longe de mim. E como eu não quero mais tentar entender nada, pois há muitas mentiras e omissões nesta história, acho melhor partir e deixar tudo para trás.
Não sei a você, mas sei que este meu sumiço trará alegria para muitas pessoas, principalmente a que está com você neste momento. Acredito que no começo vá doer muito em mim, mas sei que me trará alegrias no futuro, por isso estou tomando esta decisão tão difícil. Quanto mais contato tiver com você, mais difícil será compreender e aceitar que nossas vidas agora estão separadas.
Desejo-te toda a felicidade do mundo, e saiba que rezo todas as noites por você, pedindo a Deus que ilumine o seu caminho e encha o seu coração de paz e alegria, para que você possa trilhar o seu caminho sem dúvidas e sem dor.
Se por acaso algum dia você colocar essa cabeça no lugar e souber o que realmente quer para a sua vida, eu estarei te esperando, em algum lugar desse mundo, de abraços abertos e com o mesmo amor que sempre tive por você. Mas se for para continuar bagunçando a minha vida e me fazendo sofrer, por favor, siga seu caminho e me deixe seguir o meu.
Deixo-te o adeus mais dolorido da minha vida, pois te amo muito ainda e sei o quanto vai ser difícil para mim viver longe de você. Mas sei também que não há outra decisão a ser tomada.
Tudo poderia ter sido diferente em nossas vidas... já pensou nisso algum dia? Eu penso sempre, e dói muito... mas não estou aqui para entender nada, estou aqui apenas para viver cada dia da melhor maneira possível, e é isso que estou tentando.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

...Meu silêncio diz tudo neste momento...


When You're Gone


I always needed time on my own
I never thought
I'd need you there when I cry
And the days feel like years when I'm alone
And the bed where you lie
Is made up on your side
When you walk away I count the steps that you take
Do you see how much I need you right now?
When you're gone
The pieces of my heart are missing you
When you're gone
The face I came to know is missing too
When you're gone
the words I need to hear
to always get me through the day
And make it ok
I miss you

I've never felt this way before
Everything that I do
Reminds me of you
And the clothes you left, they lie on the floor
And they smell just like you
I love the things that you do
When you walk away I count the steps that you take
Do you see how much I need you right now?

When you're gone
The pieces of my heart are missing you
When you're gone
The face I came to know is missing too
When you're gone
All the words I need to hear
to always get me through the day
And make it ok
I miss you

We were made for each other
I'll keep it foreverI know we were
Yeah, yeah...And all I ever wanted was for you to know
Everything I do I give my heart and soul
I can hardly breatheI need to feel you here with me
Yeah...

When you're gone
The pieces of my heart are missing you
When you're gone
The face I came to know is missing too
When you're gone
All the words I need to hear
will always get me through the day
And make it ok

I miss you

(Avril Lavigne)

***Boa sorte pra ti. Que este dia seja todo seu. Estou rezando e torcendo para que tudo dê certo.***

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

Tempo de Vencer

Tão certo como
A luz do amanhecer
Teu sonho é possível sim
A nuvem cinza se dissipará
E nada mais será igual
É a sua vez...

A mão de Deus vai escrever
Mais um de seus milagres
Se você crê que hoje
É o tempo de vencer
Acredite
O céu diz que "sim"...

Num calendário que só Ele vê
Ele já marcou a tua ascensão
Dê asas e a fé te levará a lugares
A lugares que você jamais
Jamais sonhou...

A mão de Deus vai escrever
Mais um de seus milagres
Se você crê que hoje
É o tempo de vencer
Acredite
O céu diz que "sim"...

(Beno Cesar e Solange de Cesar)

...Sorriso Inigualável...

Você vem com seu sorriso e muda tudo
Transforma um dia nublado em um delicioso dia de sol
Faz com que eu esqueça de todo meu passado de dores e fracassos
E queira recomeçar a minha vida
Então ri pra mim de novo
E faz o mundo se acender novamente
Vem, que a sua risada me faz rir também
E rir é a única coisa que preciso neste momento
Para aliviar a minha alma de todos os tormentos
E confirmar a teoria de que rir é sempre o melhor remédio
Ri pra mim nem que seja só mais uma vez
E eu prometo que guardo esse sorriso na minha memória
E recorro a ele sempre que a dor invadir meu coração...

"O que faz você feliz?"

O que faz você feliz?
A lua, a praia, o mar
Uma rua, passear
Um doce, uma dança
Um beijo ou goiabada com queijo?
Afinal, o que faz você feliz?
Chocolate, paixão
Dormir cedo, acordar tarde
Arroz com feijão, matar a saudade
O aumento, a casa, o carro que você sempre quis
Ou são os sonhos que te fazem feliz?
Dormir na rede, matar a sede
Ler ou viver um romance
O que faz você feliz?
Um lápis, uma letra, uma conversa boa
Um cafuné, café com leite, rir a toa
Um pássaro, um parque, um chafariz
Ou será o choro que te faz feliz?
A pausa para pensar
Sentir o vento
Esquecer o tempo
O céu
O sol
Um som
A pessoa ou o lugar
Agora me diz o que faz você feliz? O que faz você feliz?
aquela comida caseira,
arroz com feijão
brincar a tarde inteira
o molho do macarrão
ou é o cheiro da cebola fritando que faz você feliz?
o papo com a vizinha,
o bife, a batatinha
a goiabada com queijo
um doce ou um desejo
afinal o que faz você feliz? O que faz você feliz?
ficar de bobeira
assaltar a geladeira
comer frango com a mão
tomar água na garrafa
passar azeite no pão
ou é namorar a noite inteira que faz você feliz?
rir e brindar a toa
um filme, uma conversa boa
fazer um dia normal virar uma noite especial
afinal, o que faz você feliz? O que faz você feliz?
comer morango com a mão
pôr açúcar no abacate
brincar com melão, goiaba, romã, jabuticaba
ou é o gostinho de infância que faz você feliz?
cuspir sementes de melancia
falar besteira, ficar sem fazer nada
plantar bananeira, ou comer banana amassada?
afinal, o que faz você feliz?

A mim... vejam só o que me faz feliz:


Amigos, eu amo vocês demais. Não sei o que seria da minha vida se vocês não fizessem parte dela. O pouco de coragem que ainda tenho para viver, devo a vocês, além da minha família, claro. O sorriso que ainda ostento no rosto só existe porque vocês me fazem sorrir...

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Beleza Completa

Posso não ter o sorriso mais lindo deste mundo,
Mas sempre que te sorrio, é com toda a minha sinceridade
Posso não ter a feição mais bela deste mundo,
Mas foi com estes olhos que conquistei o seu coração
Posso não ter uma beleza que sirva de modelo,
Mas meus sentimentos e minha forma de agir me tornam uma pessoa extremamente linda,
Porque a beleza não está apenas em um rosto gracioso e curvas perfeitas
A verdadeira beleza vem da alma, vem dos sentimentos, vem das atitudes
De nada vale um sorriso lindo e falso,
De nada vale um rosto belo e uma alma podre,
De nada vale um corpo perfeito e um coração de pedra
Por isso, conserve todas as belezas raras que puder
E sua alma nobre tornará todo o resto lindo.
Sorria sempre para a vida
Mesmo quando ela parecer virar-te as costas
Porque, por mais que a chuva seja forte e devastadora
O dia sempre amanhece, inevitavelmente
E se tivemos forças para sobreviver,
Somos capazes de reconstruir tudo o que foi perdido
Com fé em Deus, força e coragem
Somos capazes de mudar o mundo,
Mas, que tal antes de sermos tão ousados, não mudemos nosso próprio coração e nossas próprias ações?
Se cada um fizer a sua parte
Menos lágrimas serão derramadas
E cada dia que amanhecer será um dia mais lindo
Cada olhar será um olhar de alegria
Cada beijo será um beijo de bom dia, nunca de adeus
Cada palavra será uma prece, jamais uma mentira
Cada sonho será um esboço de uma realidade futura
Cada amor será uma linda e verdadeira história de amor...

...Meus Versos...


Que meus versos atravessem paredes e encontrem seu sono de anjo
Beijem-te os lábios e lhe acarinhem os cabelos
Que sejam sua canção de ninar e sua prece ao acordar
Que possam te acompanhar durante seu dia,
E te levar para casa em segurança a noite.
Que possam te fazer sorrir e sonhar,
Que te façam parar e refletir
Que te inspirem a sentir-se feliz
Que te façam saber que existe alguém neste mundo
Que tem por ti um amor maior e incondicional.
Tudo isso enquanto eu não puder estar ao seu lado
Enquanto não puder colocar-te em meu colo,
Nem dizer minhas palavras de amor ao seu ouvido,
Enquanto não puder beijar-te os lábios,
Nem abraçar-te com todo o meu carinho.
Enquanto nossos corpos estiverem separados,
Que meus versos te acompanhem em sua caminhada
E mesmo que nunca mais estejamos juntos
Que nossa história ecoe pela eternidade
E que meus versos continuem te servindo de alento
Para quando o seu coração doer bem forte
Você saber que houve alguém neste mundo
Que um dia te amou demais e incondicionalmente
E que o tempo pode ser capaz de destruir sentimentos
Mas não de apagar histórias de amor verdadeiro
Que meus versos permaneçam em sua memória
Mesmo quando você já tiver esquecido meu rosto
Porque palavras nada mais são do que
Pequenos fragmentos de nossa própria alma...

Arrogância

Acima da capacidade intelectual e profissional, está a capacidade de reconhecer que nenhuma verdade é absoluta. Ter a humildade em admitir o próprio erro, mesmo que isto represente situação adversa, é digno e nos aproxima das outras pessoas. O segredo do sucesso, começa por ser querido por todos. A chance de obter sucesso é inversamente proporcional ao número de inimigos que você cria. Ter confiança em si próprio, sim. Ser arrogante, JAMAIS. Não confunda arrogância com coragem, ousadia liderança ou segurança.
Os arrogantes colecionam fracassos (nem sempre financeiros), mas todos sempre são justificados e cada justificativa incabível, gera outro fracasso e o ciclo nunca é interrompido.
O arrogante tem características facilmente notadas:
- Jamais se considera arrogante. Em sua opinião, ele apenas defende suas posições e princípios;
- Quando fracassa, a culpa é dos outros ou a sorte não o acompanhou;
- Cobiça o sucesso dos outros, mas é claro que não assume isso, “afinal ele é a personificação do sucesso”;
- Quando reconhece um erro, o que é muito raro, justifica-o mentindo ou omitindo detalhes;
- Exige ser ouvido, mas não dá ouvidos à ninguém;
- Quando solicita opinião, é apenas um meio de autoafirmação. Seu desejo é ser aprovado, caso contrário desconsidera a opinião dada;
- Humilha e destrata quem o desagrada ou tem opinião diferente da sua;
- Acha que tem controle sobre tudo, inclusive sobre as pessoas;
- Tem solução para os problemas alheios, mas jamais consegue resolver os seus;
- A sua palavra obrigatoriamente prevalece sobre qualquer outra;
- Sempre enaltece suas supostas qualidades;
- No auge de sua falsa modéstia, diz que seu maior “defeito” é ser perfeccionista;
- Critica à todos, porém desconhece o que seja autocrítica;
- É egoísta, mas exige solidariedade das pessoas;
- É mentiroso e acredita na própria mentira;
- Não é respeitado e sim, temido;
- Dificilmente agradece por um favor recebido, pois jamais reconhece que o recebeu;
- Se considera o melhor amigo, o melhor conselheiro, o melhor filho, o melhor pai, o melhor marido, o melhor amante, o melhor profissional, o melhor sujeito e por isso raramente muda de atitude;
- Passa a vida pensando que é querido por todos, quando na verdade é odiado por muitos;
- Muitas vezes, tem uma vida infeliz ou medíocre, se achando a pessoa mais feliz do mundo;
O arrogante termina a vida se arrependendo tarde demais por tudo o que causou aos outros e à si mesmo.
As vezes, agindo com a arrogância, algumas pessoas conseguem o que querem à curto prazo, mas a longo prazo perdem o que há de mais precioso na vida: a amizade, o respeito e o carinho das demais pessoas. O indivíduo "tem tudo na vida", mas não se sente feliz.
O arrogante é cercado por uma nuvem negra de problemas que afeta todos aqueles que por uma infelicidade, estão ao seu lado. Distancie-se dele !

"As pessoas de grande arrogância não possuem integridade, vacilando e mudando de opinião conforme a situação.

Fazem guerra, matam, roubam, enganam e se justificam inventando um motivo nobre.

Agem com arrogância os que ensinam aos outros o que eles próprios desconhecem. Quem não sabe para si, não ponha escola."

O arrogante certamente considerará este texto, como sendo arrogância de quem o escreveu ou simplesmente continuará justificando seus atos e tentando mostrar qualidades onde não existe.
(Autor Desconhecido)

domingo, 2 de dezembro de 2007

Palavras e Promessas

Não acredite em promessas. Promessas são tolas, podem ser falsas, podem jamais se cumprir. Promessas são feitas por pessoas que não têm capacidade o suficiente para agir, não sabem realmente o que querem, então prometem o mundo e não são capazes nem de fazer o mínimo a que se dispuseram.
Quem ama de verdade não promete, simplesmente faz. Não se iluda com palavras, dê mais atenção aos atos, ame a quem te ama, respeite a quem te respeita e os demais, exclua de sua vida. Não construa castelos de areia, pois o mar é impiedoso e sempre os derrubam, não importa o quanto isso demore. Construa relacionamentos fortes e concretos, construa uma vida, não passe em branco pelo mundo, não seja só mais um, faça pelas pessoas o que gostaria que fosse feito a você, e o inverso também é verdadeiro.
As palavras são capazes de curar ou destruir de vez um coração, por isso, muito cuidado com elas, pois palavras são como pedras atiradas: não voltam mais. Talvez algo que você disse hoje possa mudar toda a sua vida e ecoar pela eternidade. Demoramos muito tempo para construir uma boa imagem, mas apenas poucos segundos para destrui-la. Uma única palavra ou atitude impensada pode destruir toda uma vida, pois nem todas as pessoas são capazes de perdoar.
Nunca pare de caminhar, não desista. A trilha de uma longa estrada começa com um simples passo. Se você sempre achar que não é capaz, não será capaz mesmo. A vida não foi feita para os perdedores, e nem para os arrogantes: foi feita para quem realmente luta pelo que quer, sem passar por cima de ninguém. Não há alegria maior do que manter a consciência tranqüila. As vitórias são conseqüência de nossos atos.
Posso não ser a melhor pessoa do mundo, mas antes de cada passo que dou, certifico-me de que ele não prejudicará a vida de ninguém.

***Vivo a minha vida, em paz.***

sábado, 1 de dezembro de 2007

Sobre a Minha Morte


Eu não fazia a mínima idéia de onde estava. Minha cabeça estava confusa, eu não lembrava de como havia parado naquele lugar... eu estava em um sofá, em uma sala toda branca, esperando por sei lá o que. Foi quando uma grande porta se abriu à minha frente e alguém chamou por meu nome. Levantei e entrei sem nada questionar. Pude ver alguém sentado em uma grande cadeira, mas não conseguia ver Seu rosto, pois uma luz muito forte estava sobre Ele.

Era Deus. Estava com minha ficha nas mãos, e pelo tom de Sua voz, estava muito bravo. Em tom de bronca, acusou-me de não ter aproveitado a vida que Ele preparara com tanto carinho para mim, que apenas via lágrimas em meus olhos e tristeza em meu coração, ocupando o lugar da alegria e dos sorrisos que ele reservara para mim. Tentei argumentar com Ele que eu não sabia direito o que estava acontecendo comigo, mas que eu não conseguia sentir felicidade, que meu coração viva sempre angustiado e ansioso e que minha vida já não mais tinha sentido, mas Ele estava muito bravo, e pediu que eu me calasse. Disse que o que eu havia feito era imperdoável, e que Ele estava pensando o que faria comigo, pois, apesar de tudo, eu tinha muitos pontos a meu favor. Eu continuava sem nada entender, não sabia o que estava fazendo ali, estava confusa, assustada, me sentindo tão estranha... Ele, como que se lendo meus pensamentos, me chamou para perto de uma espécie de televisão, e me pediu que prestasse atenção às cenas.

Era um filme da minha vida. Vi a minha gravidez, as dificuldades que minha mãe passara e o quanto ela me rejeitou, mas vi também o momento em que ela passou a amar o ser que crescia dentro dela; assisti ao meu parto e pude ver a felicidade sincera em seus olhos ao me pegar nos braços pela primeira vez.

Vi meus primeiros passos, ouvi minhas primeiras palavras, pude rir dos meus tombos e dos meus erros ao falar, vi alegria nos olhos de meus pais ao ver sua filha crescendo...

Vi minha adolescência confusa, com meus complexos e medos, com meus sonhos e planos, e com a minha baixa auto-estima que sempre foi o vilão da minha vida. Revi todos os relacionamentos que vivi, com todos os seus erros e acertos e, confesso, foi estranho ver cada situação absurda em que me envolvi sem ter a percepção suficiente para evitá-las, mesmo percebendo que eram problema na certa. Revivi cada rompimento, cada dor que senti por cada um deles, ouvi minhas promessas de nunca mais amar e vi minha volta ao amor cada vez que encontrava alguém para amar.

Aquele filme parecia ter sido editado com os momentos mais importantes de minha vida, e vi todos os meus melhores risos e minhas maiores dores, até que, finalmente, a parte principal chegou... vi meu olhar de desespero, sem saber para onde ir, as lágrimas que não paravam de rolar por meu rosto, a garrafa de uísque sobre a mesa, ao lado das caixas de Lexotan ainda cheias, o medo misturado com a certeza de que estava fazendo a coisa certa, deixando para trás uma vida de dores e fracassos...

Abri a garrafa de uísque e tomei um gole, que desceu queimando minha garganta e meu estômago. Aguardei alguns instantes, até que ele fizesse efeito. Abri as caixas de Lexotan, juntei todos os comprimidos na palma de minha mão e tomei-os quase todos de uma só vez, com um grande gole de uísque. Não! Eu não podia ter sido capaz de fazer aquilo! Eu havia me suicidado? Eu estava morta? Tive a resposta após ver meu corpo inerte no chão, depois de algumas horas de agonia. Não havia ninguém para me salvar, eu havia alugado aquele apartamento e ido morar sozinha exatamente para que isso acontecesse, agora eu lembrava. Sim, eu havia cometido o desvario final, por isso estava ali. Ao constatar o que fiz, senti-me envergonhada diante do Pai.

Senti-me ainda mais vergonha e tristeza ao saber que quem encontrou meu corpo foi a minha mãe, após dois dias de tentativas frustradas de falar comigo ao telefone ou pelo celular... quanta dor trouxe ao seu coração! Suas lágrimas não cessavam e misturavam-se aos seus gritos de desespero. Como pude fazer isso com ela? Como pude ser tão cruel?

Assisti ao meu velório, e tive a resposta de uma pergunta que eu sempre fazia em vida: "se eu morrer, quem vai chorar por mim?". Muitas pessoas estavam lá, pessoas que eu nem imaginava que se importavam comigo. Confesso que era perceptível que algumas estavam lá apenas por educação, mas a grande maioria estava realmente muito triste e chocada, estavam lá para prestar uma última homenagem a alguém que eles tanto amavam, mas que, infelizmente, não se sentia amada, não foi capaz de enxergar tanto amor. Familiares, amigos de infância, amigos dos tempos da faculdade, amigos do trabalho, minha melhor amiga e até aquele amor que eu nunca me esqueci, que ainda dilacerava meu coração e me fazia chorar todas as noites antes de dormir. Todos choravam muito, inconformados com o que eu havia feito. Olha quanta dor eu estava causando! Eu podia ler os pensamentos de cada um naquele momento. Tudo o que sentiam era dor, vazio, desespero, inconformação. Vi também o meu enterro, ainda mais triste! E, naquele momento vi também quanto amor eu havia ignorado por acreditar que não existia...

Após tudo isso, veio o filme de tudo o que ainda estava reservado para eu viver se não tivesse feito o que fiz: me vi em uma sala de aula, realizando meu sonho de ser professora do nível universitário, a melhoria de minha situação financeira, que me renderia todas as coisas que sempre almejei, no plano material, vi meu casamento com uma pessoa que eu amava muito e que me amava também, vi duas crianças correndo por um lindo parque numa tarde de domingo, vi uma vida de alegrias e problemas, mas que eram encarados e resolvidos com tranquilidade, vi minha morte estando bem velhinha, depois de uma vida plena e feliz...

Meus olhos encnheram-se de lágrimas e, pela primeira vez, senti o peso do arrependimento. Se eu pudesse voltar atrás... meu Deus, por que deixei o desespero tomar conta de mim? Por que não acreditei que Deus nunca desampara Seus filhos? Por que fui tão egoísta e não pensei na dor que as pessoas sentiriam com minha morte, principalmente meus pais? Foram os piores segundos que passei... a dor na minha alma era tão intensa que parecia que eu podia tocá-la...

Após aquela eternidade de dor e tristeza, Deus disse-me que já havia decidido o que faria comigo. Naquele instante, tive a certeza de que ele me mandaria direto para o inferno, por tudo o que eu havia cometido, pelo imperdoável pecado do suicídio... mas eu merecia! Embora tivesse medo, sabia que merecia o pior dos castigos pela bobagem que fiz...

Então, com Sua mão abençoada Ele tocou levemente minha cabeça... acordei em minha cama, assustada, suada, quase sem conseguir respirar! Olhei tudo ao meu redor. Estava tudo exatamente como havia deixado na noite passada, antes de me deitar.

Seria um sonho? Seria uma segunda chance que Ele havia me dado? Não sei. Nem quero arriscar. De hoje em diante, apenas viverei a minha vida da melhor maneira possível, pois talvez essa seja a única chance que terei de estar viva, de poder sentir a dor e a delícia de estar no mundo, amando, sorrindo, chorando e dedscobrindo o verdadeiro objetivo da vida...

sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Sobre a Beleza Feminina

Por Daisaku Ikeda

Eu acho bela a face de uma mulher que traz no seu semblante as inúmeras tempestades que passou. Não importa a idade - assim como há beleza nos veios das árvores que se aprofundam no decorrer dos anos – a beleza originária da luta contra as adversidades brilha com um esplendor único.
Quando se observa realmente uma mulher, sem maquiagem ou apetrechos, eu acredito que sua vida resplande com toda a naturalidade, e sua beleza real e indestrutível emerge. Mas, o que é esta qualidade elusiva chamada beleza?
Na antiga literatura chinesa, as chamadas mulheres bonitas pareciam magras e frágeis. Seus pés eram minúsculos, porque eles eram moldados. Assim, ela aparentava uma fraqueza, quase que doentia. Esta era a preferência daquela época. Posteriormente, na dinastia Tang, a mulher ideal era voluptuosa e com aparência saudável. Mesmo nos dias de hoje, muitas culturas consideram bela uma mulher rechonchuda, e as jovens são encorajadas a se alimentarem bastante. Isto pode soar inacreditável para as mulheres que vivem em sociedades onde as modelos altas e magras imperam como protótipos de beleza.
No meu país, Japão, a definição de beleza parece também mudar de acordo com a época. Durante o período Edo, as belas mulheres que eram mostradas nas xilogravuras, tinham longas faces, olhos finos e compridos e queixos protuberantes. Mas, após a Segunda Guerra Mundial, as mulheres que eram um tanto rechonchudas foram repentinamente consideradas atraentes. Isto me fez questionar as diferenças que existem nos padrões sociais em relação a beleza feminina.
As mulheres acabam sendo presas pela tendência de beleza da época e buscam equiparar seu corpo a este modelo – um padrão imposto pela sociedade vigente.
Geralmente, o propósito ou para quem é direcionada esta busca infinita acaba sendo esquecida. Talvez, no final, o objetivo da beleza é realmente para si mesma, para que se possa sentir bem consigo mesmo quando estiver diante de um espelho. Mas, se o propósito da beleza é ser atraente para outros, então eu honestamente recomendaria que esta energia e tempo despendidos sejam utilizados para polir e cultivar o seu eu interior. Eu acredito, que o seu caráter é muito mais efetivo para que se torne uma pessoa atraente.
Seja o seu namorado, marido ou amigos…Por que eles se sentem atraídos ? Eu tenho certeza de que não é somente por causa do seu aspecto, mas sim por sua pessoa, a beleza que emana da sua mente e da sua personalidade; as características que as pessoas ao seu redor encontram em seu caráter. Não importa quão bela uma mulher possa ser, se a sua atração se restringe ao físico, eu não acredito que seja duradoura. Ao contrário, irá acabar com o tempo. Em suma, a verdadeira atração por outro ser humano tem origem na confiança e beleza interior que brilha interiormente.
Certa ocasião, eu ouvi uma história sobre uma mulher que participou na vigésima reunião das suas colegas do colegial. Ela descobriu algo impressionante. A maior parte das mulheres que eram belas na juventude aparentavam certa apatia no aspecto, em contrapartida, muitas daquelas que não se destacavam brilhavam com uma beleza interior. E no decorrer do diálogo com as amigas de outrora, ela compreendeu que algumas das beldades da juventude não mantiveram seus esforços para atrair a atenção alheia. Assim, esta atitude complacente de auto-satisfação permaneceu dentro delas através dos anos. Enquanto isto, as mulheres menos atraentes claramente trabalharam em prol do auto-desenvolvimento e se tornaram verdadeiramente atraentes como seres humanos.
Para mim, a real beleza feminina não reside na aparência, mas na profundezas do seu coração. Uma mulher que empenha todos os seus esforços e agem com toda a sinceridade no seu campo de atuação, é bela. Ela brilha de forma magnânima. Ela apresenta um olhar perspicaz, direcionado e que transmite segurança. Este tipo de brilho irá sempre resplandecer sobre mim, como uma beleza externa relacionada com as vestes que ela está utilizando. De fato, aquelas que estão cientes de sua beleza interior não precisam buscar a beleza ao seu redor. Infelizmente, aquelas que se somente se preocupam com a aparência física são geralmente pobres de espírito e buscam compensar esta perda com apetrechos externos.
Todos ansiamos por coisas belas – a beleza da natureza, da aparência, da vida, uma bela família e assim por diante. Mas, estas não podem ser alcançadas se mantivermos uma atitude retraída, somente voltados para si.
Devemos criar melhores relacionamentos com aqueles ao nosso redor e interagir com a nossa comunidade e sociedade com um coração amplo. Devemos ser gentis. É somente através deste processo que iremos crescer e cultivar nossa própria beleza.
Uma mulher que pode elogiar, apreciar e sinceramente respeitar aqueles ao seu redor é muito mais bela do aquela que está constantemente criticando os outros. Da mesma forma, alguém que consegue encontrar dentro de si alegria e estímulo na vida diária, ou mesmo na natureza ou nas mudanças de estações, possui o calor e o brilho que pode proporcionar o senso de paz e conforto aos outros. Bela é a pessoa que se torna um profissional em descobrir a beleza.
O famoso escultor Rodin disse certa vez que a beleza não é encontrada em uma mulher, mas em todas as mulheres. E ele identificou como a fonte que acende esta beleza como a "chama da vida interior". A chama de um coração puro, a chama da compaixão, a chama da esperança e a chama da coragem. Estas chamas são a fonte da luz na qual capacita as mulheres a brilharem com beleza.
É dito que "a beleza de uma mulher brilha com a idade". Eu acredito que estas palavras são de grande sabedoria. As pessoas geralmente relacionam beleza com juventude, e não conseguem estabelecer uma analogia entre "mulher bela"e "mulher idosa". Com certeza, uma jovem na adolescência é bela, mas há um tipo de beleza diferente que é encontrada nas mulheres em seus trinta, cinqüenta ou mesmo setenta anos. Quando se busca a beleza interior, pode-se compreender que a real beleza feminina reside naquela pessoa, cuja virtude é realçada e cultivada com o tempo.
O budismo ensina que a sua aparência física é o reflexo da vida interior. Assim, uma mulher realmente bela conhece a si mesmo, quais são os seus pontos fortes e é feliz e confiante por ser autêntica consigo mesma.
Hoje, vivemos numa época onde o comercialismo dita o que é belo, mas, por favor, se lembre que não é possível encontrar a verdadeira beleza nas tendências da moda. Nem é possível comprá-la através do dinheiro. Muitas jovens inseguras tendem a ficar confusas com todas as mensagens divulgadas pelos meios de comunicação existentes na sociedade atual, mas eu sinto que apreciar e compreender a sua própria beleza significa estabelecer um caráter interior seguro e robusto que não é abalado pelas circunstâncias externas. Toda mulher pode ser bela. E tudo se inicia na crença da sua própria beleza.

...Esperando...

Alguns erros de nossa vida não podem ser corrigidos jamais. Se eu pudesse voltar atrás, quantas coisas que fiz eu não teria feito, quantas coisas que disse eu não teria dito, quantos beijos eu não dei e teria dado, quantos perdões eu teria pedido e não pedi, quantos pessoas eu teria perdoado e não perdoei por causa do meu orgulho bobo e desmedido...
Hoje olho a vida e penso em quanto tempo perdi com bobagens que não me levaram a lugar nenhum. Penso nos sonhos que não realizei. Penso nas promessas que não cumpri. Penso nos projetos que não saíram do papel. Penso nos sorrisos que se transformaram em lágrimas. Penso em um passado que não passa de passado. Penso em mim. Penso em você. Penso no que fomos um dia e olho o que somos hoje. Dói.
Quem sou eu? Quem é você? Eu te encontro na rua e não te reconheço. Eu me olho no espelho e também não me reconheço. Será que mudamos tanto assim, ou será que sempre fomos o que somos agora, mas nunca notamos?
Estou esperando por uma palavra sua, para aliviar o meu coração. Estou esperando por um sorriso como aqueles que você me dava em um passado não muito distante. Estou esperando por uma atitude forte e séria, como as que você sempre tomou em relação a tudo na sua vida. Estou esperando você abrir mais os olhos e enxergar a realidade que se impõe como o sol, por isso ainda te cega. Estou esperando você me dizer aonde tudo isso vai dar, pois eu ainda não estou conseguindo compreender nada do que acontece dia após dia. Estou esperando pela resposta de uma pergunta que não te fiz, mas que você sabe perfeitamente qual é. Estou esperando que você leia o meu olhar. Estou esperando que você surja de repente na porta do meu quarto ou desapareça para sempre da minha vida. Estou esperando que você simplesmente me diga quem é você e o que quer de mim.
Estou esperando que meu coração transforme todo o amor em lembranças que já não doam mais. Estou esperando que o tempo mostre a verdade, e revele quem são os bons e quem são os maus de todo esse teatro, e que a vida mude o roteiro da história e faça com que o bem vença o mal, como em toda história que se preze. Estou esperando que o dia amanheça e que eu sinta o sol entrando pela janela do meu quarto, invadindo a minha alma e me fazendo sentir o seu calor por cada milímetro do meu corpo.
Estou esperando que minhas palavras comovam o seu coração e te façam parar e sorrir, recuar e compreender, seguir e buscar o alento para o seu coração e a solução para os seus medos e problemas. Estou esperando que Deus te abençoe e te faça feliz, e já me basta.
Estou esperando por mim, o momento exato em que deixarei tudo para trás e seguirei pela estrada, passando pelos obstáculos, pelas noites frias e chuvosas e encontrando novamente as manhãs ensolaradas. Estou esperando que a água azul do mar leve embora os meus sentimentos e meus pensamentos ruins, e deixe apenas serenidade, otimismo e motivação para recomeçar.
Estou esperando apenas que tudo isso acabe. Para sempre...