Objetivo

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Enlouquecendo, será?


Meninas, bom dia!


Por aqui, tudo ok. RA nos eixos, apesar de hoje pela manhã eu ter visto 300gr. a mais que eu não sei de onde vieram, pois estou me comportando como uma lady linda e magrela. Vou acreditar que a balança está me enganando, porque se eu realmente tiver engordado, provavelmente vou me revoltar e me acabar em uma barra de chocolate, não sem antes comer um bife à parmegiana com fritas rs.

Hoje não vai rolar academia, porque estou com uma dor muito forte no joelho esquerdo e estou com medo de forçá-lo e escangalhá-lo ainda mais. Não sei o que acontece com ele, está doendo desde segunda-feira, mas agora a dor tornou-se insuportável, então é melhor não abusar.

Eu não estou bem, e não sei explicar o por quê (percebe-se pelos meus posts, né?). Sei lá, caí num caminho errado e não consigo sair dele. Estou dormindo todos os dias às 21h, porque não tem nada que eu queira realmente fazer com o meu tempo livre. No caminho para o trabalho, tenho medo de tudo: do ônibus, das pessoas, do caminho, do horário - tudo. Não tenho vontade de fazer nada, estou me forçando a trabalhar, a ir na academia e a postar no blog. Estou com taquicardia, tremedeira e crises de ansiedade. Ondas e mais ondas de pensamentos ruins têm me dominado, e me feito acordar sobressaltada no meio da madrugada. Um medo que eu não sei de que, de onde veio e nem para onde vai, uma insegurança, uma sensação de inadequação, uma vontade de me esconder do mundo... não consigo transcrever em palavras o que está me acometendo, só sei que é ruim demais. Vejo esperança para todas as pessoas, menos para mim, e isso é absurdo.

Eu preciso dar um jeito na minha vida, mas não sei nem por onde começar, para ser bem sincera. Enquanto todas as pessoas normais se retorcem na cama por motivos reais, eu continuo brigando comigo mesma, com os meus próprios pensamentos. Às vezes tenho a impressão de que vou enlouquecer, tamanho é o sentimento de desesperança que se apodera de mim.

Tenho uma vida inteira pela frente, um filho lindo para criar e preciso parar com isso. Sei que logo vai passar, o problema é que essas crises existenciais têm se tornado mais frequentes do que o normal, e isso está me incomodando profundamente.

Estou com medo de existir, medo de ser quem eu sou, medo de deixar o velho partir por não saber o que virpa no seu lugar. Medo de mim, medo da minha vida, medo do futuro.
Será que estou enlouquecendo? Não leiam esse post duas vezes, pode ser prejudicial para a saúde mental de vocês...rsrsrsrsrs

Desculpem, meninas, mas transparência é minha maior qualidade e também o meu maior defeito. Escrevo aqui os meus mais profundos e ocultos sentimentos, e, infelizmente, hoje são estes.

Tenham um excelente final de semana!

Beijos...

7 comentários:

Lais disse...

Oi Naty, amiga parece q vc esta com principio de sindrome do pânico, Deus queira q seja apenas um momento ruim pelo qual vc esta passando, tente fazer alguma coisa, ocupar o tempo, sei lá, não deixe esse sentimento tomar conta de vc,ja pensou se isso acontece, quem vai tomar conta do seu baby??
Deus traz as turbulências pra nos deixar mais fortes, não podemos nos deixar levar...
Torço pra q isso passe logo, e vc se encontre! conte comigo! bjo

Paty disse...

Oi linda,
Eu tb já passei por isso e procurei um psiquiatra e ele me disse q além de eu estar com depressão, tb estava tendo sinais de síndrome do pânico. Olha, foi a melhor coisa q eu fiz procurando aquele médico e agora graças a Deus eu estou bem. Fiquei tomando remédio controlado por uns 2 anos e meio e no meado do ano passado tive alta. Procure se cuidar, vc já faz terapia, mas será q não seria o caso de procurar um psiquiatra? Bem, eu falo por experiência própria q foi o melhor q eu fiz, e deu resultado.
Bjkas e espero q vc saia logo dessa, e pode contar com a gente!

Anônimo disse...

Taia,
Agora você me deixou preocupada, do jeito em que descreveu seu medo, espero que não, mas pode ser que esteja desenvolvendo alguma fobia, se persistir, é bom procurar orientação médica, enfim, não entendo muito bem disso, sei que é comum sentir medo, o medo só nos aprisiona, eu também não tenho vontade de fazer nada, entendo quando fala, é uma completa apatia... mas você descreveu que está sentindo medo das pessoas nas ruas e etc, enfim, olhe isso garota.
Espero que melhore!!!!

Beijos.

Vanessa Monteiro disse...

Ô minha Flor,fiquei com o coração apertado agora lendo seu post!

Amiga tenta mandar esses pensamentos e sensações para bem longe...mais se perceber que não consegue fazer isso sozinha procure ajuda urgente,por favor!

Vc é linda,inteligente,tem um filho lindo que precisa muito de vc...por favor não se entregue!

Tenha um maravilhoso fds!

Fique com Deus!

Beijoss e força ai!

Bruxa do 203 disse...

Esses 300 gramas podem ser em músculos. Academia aumenta mesmo o peso.

Acho que a melhor coisa é procurar ajuda de profissionais. O médico poderá aconselhar e indicar o melhor tratamento.

Waris Dirie disse...

Olá minha querida...

Passando para te informar que está a decorrer no meu blog o 1º sorteio...uma forma de agradecer a todas as meninas pela presença assídua e carinhosa lá no meu bloguinho!

Aproveito também para te desejar um maravilhoso fim-de-semana e tudinho de bom....

Beijinhos com muito carinho...

Anônimo disse...

Também sinto a maioria destes sintomas e com certeza estão cada vez mais frequentes. Queria voltar a ser como era antes mas algo me diz que não tem volta. Com certeza vou precisar de remédios para,ao menos,dormir bem,porquê as noites são um tormento as vezes e quando acordo digo: Droga estou de volta.