Objetivo

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Respirando aliviada

Como estão todas as minhas lindas amigas? Espero que muitíssimo bem e felizes.

Saudades demais, que nem dá para descrever. Mas agora as coisas estão voltando aos seus devidos lugares, estou dando uma pisada no freio e tudo voltará ao normal. Os motivos? Entreguei meu TCC sexta-feira e minhas provas terminam dia 16 de novembro. Os trabalhos da faculdade eram as coisas que mais estavam consumindo meu tempo e minha paciência, mas enfim eles terminaram! Tenho ainda mais seis provas pela frente, mas isso dá para levar numa boa, sem muito estresse. Por isso, acho que agora estou de volta mesmo, para ficar e postar do jeito que eu gosto: todos os dias.
A faculdade está terminando, e o friozinho na barriga já está me atacando. O que vou fazer depois? Ainda não sei, e esse futuro incerto me deixa muito insegura (sou uma pessoa que gosta muito de estabilidade e extremamente resistente a qualquer tipo de mudança).
Sinto que deixei vocês preocupadas por causa do último post, e peço sinceras desculpas, não era esse o objetivo. Sou uma pessoa muito transparente e no momento em que postei aquelas palavras, era exatamente o que estava sentindo. Estava pronta para sair com os amigos, tinha 3 conduções para pegar para poder chegar ao local do encontro, estava estressada após 3 dias com o Rhian chorando na minha cabeça sem parar e sequer sabia se de fato queria realmente ir ao barzinho combinado. O grande problema de ir a esses locais, é que não tenho carro, por isso não tenho como voltar para casa antes das 5h da manhã, então, ou fico na casa de alguém ou fico na rua até os ônibus voltarem a circular, e a pessoa que eu geralmente fico na casa não ia, por isso fiquei preocupada sobre o que faria. Bom, eu acabei indo, foi muito divertido e ainda ganhei uma carona para casa. A galera tava meio cansada, alguns doentinhos, então às 0h45 estava em casa, na minha caminha. Tive uma excelente noite de sono, o Rhian dormiu na casa da minha irmã e tudo deu certo.
E, sim, meninas, confesso que não sei qual caminho devo seguir. Há dias em que acordo feliz e confiante de que tudo dará certo, outros dias acordo insegura, ansiosa, inquieta e reticente quanto ao futuro. Tenho tentado aplicar à minha vida a teoria de que "o que é nosso ninguém tira", mas na maioria das vezes não consigo lidar com a espera. Eu me sinto muito só, e muitas vezes essa solidão é muito ruim para mim, me faz passear por campos escuros e nublados. Não falo somente da solidão de não ter um amor, falo da solidão de sentir-se imcompreendido e desprotegido. Acho que todos nós, por mais que saibamos que só podemos depender de nós mesmos, queremos alguém para dividir as responsabilidades da vida, um ombro amigo para chorar e uma companhia para rir das coisas boas da vida, e muitas vezes olhamos para o lado e vemos que estamos sozinhos até mesmo para as coisas boas, sem ter com quem desfrutar aquele momento. E o silêncio que essa solidão causa é tão grande que chega a ferir os ouvidos e o coração. É a vontade de ouvir uma voz que você sabe que não ouvirá. É a sensação de querer estar com alguém que você sabe que não estará. É o medo de que esse silêncio seja para sempre a sua condição de vida. É a fé que se abala diante de algo que você não pode ver, mas precisa acreditar que existe. É o simples pavor da solidão.
Na terça-feira, tomei uma dose de coragem e fui com o Rhian a um parque aqui em São Bernardo que tem uns brinquedos para crianças da idade dele, e olha foi muito gratificante, pois ele se divertiu muito, e eu percebi que posso, sim, me divertir e me sentir bem tendo somente a companhia dele. Tirei algumas fotos, mas infelizmente esqueci o celular em casa justo hoje, então vai ficar para o post de amanhã.
Minha mãe estava viajando para descansar um pouco, chegou na terça-feira e adivinha quem foi buscá-la na rodoviária? Euzinha aqui, dirigindo. Ainda não estou 100%, mas um dia chego lá! rs
Bom, vou ficando por aqui, ainda tenho alguns assuntos urgentes aqui no trabalho e quero visitá-las também, pois fiz algumas visitinhas na sexta, mas não deu para prestigiar todas, então quero colocar tudo em dia e seguir com a vida.
Que o dia de vocês seja espetacular.

Beijos!

Alguém que me faz feliz demais

13 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia Taia! estava cm xaudades tua vc sumiu...mas esse perildo final de provas e tb trab e brabeza mesmo.boa sorte amiga....tenha um otimo inicio de semana...bjokas

Anônimo disse...

Oi Taia!!!!
Parabéns por ter buscado sua mamys na rodoviária, rola um friozinho na barriga, mas tbém dá um orgulho da gente né!!!!Eu sei o que é isso!!!! Amiga, imagino o que é querer alguém pra chamar de seu, mas tenho certeza q qdo seu coração estiver curado das feridas do passado, com certeza essa pessoa aprecerá, e aí já não será pra sofrer junto e sim pra somar companheirismo!!!!
Bjocas

Nine Ferreti disse...

Oie Taia!

Que saudade amiga :)

Bah, nem me fala, TCC é algo que assombra mesmo.. rsrsr

E esse gatão da foto.. meu Deus, como ele tá liiiindo!

Fico feliz de te ver bem, dirigindo :) e organizada!

Bjka no coração e ótima semana!

Kellenah disse...

Oi linda. Esse seu medo de final da facul é bem normal. Minha irmã que acabou semestre passado tbm ficou bem tenebrosa. Mas o mais importante é vc ter concluído um curso de acesso difícil para a maioria das pessoas.
Fica na paz e td de bom!!

Celly disse...

Oi amiga, fico feliz por as coisas estarem se encaixando e além disso, momentos de insegurança todas nós passamos, segure as pontas aí.
Abração.

Danda Emagrecendo disse...

Querida
esses momentos de desanimos acontecem na vida de todo mundo,mais vai passar.
TUDO PASSA,SÓ O AMOR DE DEUS PERMANECE!!!
O importante é não fraquejar.
bola pra frente amiga.
bjs e ótima semana

Por Paloma Coelho disse...

amada estou te seguindo, beijos

GÊ. disse...

Oiii

Tem algumas situações que parecem que nunca vão acabar nem passar, mas acredite, elas vão passar e dar lugar a coisas boas e melhores pra vc.

Beijos

Romeyka Aguiar disse...

oie flor

valeu pelo apoio

vamos juntas

bjs

Camila Santiago disse...

nossa filhos .... motivo de nossas dores de cabeça e ate kgs a mais..rsrsrsrsrs.. mas agora esta bem ..vc sempre amiga e presente... obrigada... bjoks

Lú Pinheiro disse...

Oi amiga...
que bom que tudo está bem...
tenha uma ótima noite...
Bjs da Nega

Cacau disse...

Taia, q bom que vc voltou mulher!
Olha, e nada de ficar tristinha e dar asas à solidão hein!
Quanto o que fazer depois da facu, vc vai achar o caminho certo! Vc vai ver.


bjsssssssss

eydy disse...

oi amiga eu passei por essa fase de não ter alguém para dividir
ela e realmente dificil mas sei que vai passar
que Deus vai abençoar você com alguém muito especial
quanto ao Rhian nem preciso dizer ele e lindo então aproveita e curti muito ele
bjim