Objetivo

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Sobre o Perdão


Como vocês estão, lindas? Espero que bem! Tempinho doido aqui em Sâo Paulo, ontem tava um calor de rachar, hoje já amanheceu garoando e geladinho. Vai entender, né? Estação do ano é luxo... rs
Hoje eu quero falar um pouco sobre o perdão. Tenho uma prima que é psicóloga, e certa vez ela me mostrou um livro que relaciona todas as doenças do nosso corpo a sentimentos que guardamos dentro de nós. Sofro com problemas de acne desde muito jovem, e lembro-me que ela me mostrou o livro justamente por causa disso. Dizia que a pessoa que tem acne é porque tem a autoestima baixa e se julga inferior às demais pessoas. Na época, embora a descrição da doença tenha batido com o que sou mesmo, não dei muita atenção a isso, e achei uma verdadeira babaquice de psicólogo. Porém, hoje, um pouco mais velha e muitas decepções a mais nas costas, lembrei-me do livro e passei a acreditar nele.
Hoje sei que nosso corpo manifesta tudo aquilo que está no nosso íntimo, e estou ficando com medo disso, porque eu ando carregando dentro de mim, já há alguns anos, um sentimento que dizem que dá câncer: a raiva.
Não consigo me desligar desse um sentimento ruim em relação ao pai do meu filho, em ver que nada na vida dele mudou, enquanto eu tenho que me desdobrar em 20 para criar um filho que é responsabilidade dele também. Vejo o quão pouco ele se importa com o Rhian e sinto um nó na garganta. Lembro-me das coisas que ele me fez e sinto a raiva percorrendo toda a minha espinha e circulando pelo meu sangue, como se as coisas tivessem acontecido ontem. Não é voluntário, é um sentimento mais forte do que eu, que me pega nos momentos mais difíceis, quando estou no auge dos problemas e preocupações, e me domina por completo.
Eu não gosto de sentir raiva, nem dele e nem de ninguém, porque a raiva só faz mal a quem a sente, não ao objeto dela. E depois dessas dores no estômago, passei a pensar se não pode haver uma relação direta entre esse meu sentimento e elas.
Eu peço muito a Deus para tirar isso de mim, porque eu não posso viver como um animal selvagem, que age pelo instinto e pelo impulso. Sou um ser humano civilizado e preciso conviver em harmonia com ele em nome do nosso filho, mas não está sendo fácil. Cada dia que passa, vejo-o afastando-se mais do Rhian, importando-se menos e cumprindo menos o seu papel de pai, e isso me incomoda muito. Quero muito me desligar disso, esquecer que ele existe, seguir o caminho com o meu filho, consciente e conformada de que sou eu e eu mesma na criação dele e bola pra frente, mas confesso que estou dando trabalho para Deus.
Eu sempre achei que o caminho da paz é o perdão. Algumas pessoas, orgulhosas demais, não pderoam nunca quem lhes magoou, achando que não perdoar estará fazendo mal à pessoa que errou. Engano. Não perdoar faz mal a quem não perdoa, porque, muitas vezes, a pessoa que errou nem tem dimensão do que fez, ou tem e não está nem um pouco preocupada com isso. Perdoar alivia o coração de quem o faz, te liberta de ter que carregar aquele rancor pesado e, principalmente, te exime de ter que arrumar um lugar para armazená-lo. Perdoar é deixar a dor para trás, pegar toda aquela raiva, rancor, tristeza e frustração e jogar no lixo, esquecer que ela existiu. Perdoar faz bem à saúde.
Preciso perdoar o homem que eu mais amei nessa vida, principalmente porque ele me deu o melhor presente que tenho na minha vida, que é o meu pequeno:

Quero perdoá-lo de coração, esquecer tudo isso, guardar na minha lembrança somente os momentos bons (que foram muitos) e virar a página, desejando que ele seja muito feliz, porque eu gosto muito dele e não tenho intenção nenhuma de desejar qualquer mal a ele ou de querer vê-lo mal. Isso não faz parte da minha natureza.

Qual é a receita para perdoar alguém de coração? Alguém sabe?

Podemos viver um dia eterno e trancá-lo em nossos corações; por mais que esse dia acabe, sempre será uma lembrança boa. Se um dia nascer nublado e você se sentir sozinha, feche seus olhos, abra seu coração e lembre-se de que você teve, acima de tudo, um dia bom e que um dia nublado não lhe faz desistir de viver, amanhã o sol irá nascer novamente e irá te levantar para os últimos céus de alegria. Um dia bom que vivemos e guardamos nos mostra nossos corações e nossas verdades, o quão podemos ser felizes para o resto da eternidade". (Danillo Tani)

8 comentários:

Kellenah disse...

Nossa, amiga que post maravilhoso o seu. Me fez refletir muito tbm sobre o perdão. Realmente não é tarefa fácil esquecer aquilo que fizeram de mal com a gente...Na verdade o difícil não é perdoar, mas esquecer...pq as cicatrizes sempre ficam neh. Mas com o tempo elas diminuem e eu sei que lá na frente vamos entender todo o propósito!!!
Bjs!!

Celly disse...

Oi amiga, uma vez numa palestra ouvi a seguinte frase:"A mágoa é um veneno que você toma esperando que o outro morra", e é bem isso às vezes guardamos raiva ou rancor de alguém e muitas vezes essa pessoa não está nem aí e a gente fica ali sofrendo. Ponha o perdão em prática na sua vida.
Tenha um ótimo restinho de semana.

Anônimo disse...

Taia retribuindo a passadinha p/deixar um oieeee....eu estou no meu segundo casamento,no primeiro meu ex me traia cm todas as mulheres que ele via.no começo tinha muito odio dele mas cm o tempo tive pena dele e hj em dia nao sinto mas nada.so lembro dos momentos bons que vivi cm ele,e ate falo cm ele.ja perdoei ele....na epoka pensei que nunka mas iria gostar de ninguem pq foi um choque muito grande p/mim separar dele,pois foi eu que tomei a iniciativa pq por ele fikava comigo e cm todas ao mesmo tempo, pensei ate em me matar por causa dele,mas deus nao deixou e me ajudou a sair do poço que me encontrava.hj em dia sou casada cm um homem maravolhoso que me respeita que me ama e faz de tudo p/me ver feliz....agradeço a deus todos os dias por ter colokado ele na minha vida.isso e so um poukinho do que ja passei....tenha uma belo final de tarde....bjokas amiga.....

Anônimo disse...

Taia, minha querida, o que vou falar é doloroso, mas já te considero amiga faz tempo e quem me conhece sabe que sou uma amiga sincera e leal, que apoia, mas que fala verdade.
Concordo contigo que guardar coisas dá cancer e isso é a respeito de qualquer sentimento ruim: raiva, mágoa, rancor etc
Perdoar só é verdadeiro se for de coração. Do contrário vc desculpa, mas não perdoa, pois perdoar é não se importar com o que vc sofreu. É o fato não te incomodar, não doer mais qdo se lembra, não reviver a dor...
Taia eu sei que é péssimo te falar isso e imagino que é ainda pior ouvir, mas vc não aceita esse homem não te amar. Não tem nada haver com o Rhian. E vc tem que viver sua vida como está fazendo, aceitando o fato de ter amado muito e não ter tido recíproca e vencer essa mágoa. Vc fez o que pôde pra esse amor dar certo, se não deu não foi por culpa sua, as pessoas só ficam juntas se for da vontade das duas. O caminho para o perdão é aceitar esse fato, curar a dor que essa mágoa causa. Vc sabe que meu irmão fez algo parecido com a mãe do filho dele. Eu não concordei e disso vc tbém sabe, mas como sou irmã dele, e estou do outro lado, acaba que hoje consigo ver melhor o lado dele. Não dá para exigir que alguém fique com a mãe por causa do filho. Estamos falando de relcionamento homem x mulher. Eu sei que vc pensa assim tbém, mas é diferente quando é com a gente, sei porque vejo isso na minha ex-cunhada, a vontade dela de ter constituído uma família, do lado do homem que ama, de seu filho ter um pai presente, pois a verdade, é que todo filho de pais separados, terá um pai ausente quando quem tem a guarda é a mãe. E quando eu fazia estágio na faculdade (sou formada em Direito)principalmente em casos de separação e pensão alimentícia, essa reclamação era corriqueira, sobre o pai ser ausente, mandar a pensão mas não se importar com o filho ou só vê-lo as vezes, não ter tanto comprometimento, e a orientação que dava as minhas clientes era a seguinte: infelizmente nós podemos obrigá-lo a arcar com sua obrigação cívil e moral (dar a pensão), mas não podemos obrigá-lo a dar afeto. E afeto só presta se for voluntário, já imaginou afeto forçado? Não faria nem bem á criança. Por isso não fique querendo dele, coisas que VOCÊ acha que são certas. Temos essa mania, eu tbém tenho e por isso vivo me decepcionando pois ainda não aprendi. Sempre espero que as pessoas tenham as mesmas atitudes que eu, ou aquelas que julgo certas. Acredito que ele ame o filho, mas cuidar, zelar, venhamos e convenhamos, é coisa de mãe, homem é diferente, não carregou no ventre, não sabe o que é ter um ser gerado do seu corpo. É isso que nos torna especiais! Vc me perdoa se fui cruel? Mas se vc estivesse aqui perto de mim eu lhe daria um abraço.
Taia, reze para ele ser feliz, encontrar alguém e ser feliz, e reze o mesmo para vc. Um dia aprendi que quando vc quer coisas boas pra si, vc deve querer coisas boas para o outro. É difícil rezar pra ele ser feliz com outra pessoa eu sei, mas é isso que vc merece tbém , encontrar um cara legal, que te ame, que ame seu filho, que queira envelhecer ao seu lado! E não viver no passado! VC VAI SER FELIZ< EU TENHO CERTEA E POSSO ATÈ APOSTAR, mas vc tem quem querer, e aí um dia daqui uns anos, vc vai lembrar do pai do seu filho e vai dizer: nossa como pude amar esse homem? (Falei demais... só mais uma coisa: o Rhian é muito lindo, ele tava mostrando o barrigão do neném????? Meu sobrinho faz isso qdo a gente pede!!!!)
Novamente me desculpe.
Bjocas

Anônimo disse...

Taia, minha querida, o que vou falar é doloroso, mas já te considero amiga faz tempo e quem me conhece sabe que sou uma amiga sincera e leal, que apoia, mas que fala verdade.
Concordo contigo que guardar coisas dá cancer e isso é a respeito de qualquer sentimento ruim: raiva, mágoa, rancor etc
Perdoar só é verdadeiro se for de coração. Do contrário vc desculpa, mas não perdoa, pois perdoar é não se importar com o que vc sofreu. É o fato não te incomodar, não doer mais qdo se lembra, não reviver a dor...
Taia eu sei que é péssimo te falar isso e imagino que é ainda pior ouvir, mas vc não aceita esse homem não te amar. Não tem nada haver com o Rhian. E vc tem que viver sua vida como está fazendo, aceitando o fato de ter amado muito e não ter tido recíproca e vencer essa mágoa. Vc fez o que pôde pra esse amor dar certo, se não deu não foi por culpa sua, as pessoas só ficam juntas se for da vontade das duas. O caminho para o perdão é aceitar esse fato, curar a dor que essa mágoa causa. Vc sabe que meu irmão fez algo parecido com a mãe do filho dele. Eu não concordei e disso vc tbém sabe, mas como sou irmã dele, e estou do outro lado, acaba que hoje consigo ver melhor o lado dele. Não dá para exigir que alguém fique com a mãe por causa do filho. Estamos falando de relcionamento homem x mulher. Eu sei que vc pensa assim tbém, mas é diferente quando é com a gente, sei porque vejo isso na minha ex-cunhada, a vontade dela de ter constituído uma família, do lado do homem que ama, de seu filho ter um pai presente, pois a verdade, é que todo filho de pais separados, terá um pai ausente quando quem tem a guarda é a mãe. E quando eu fazia estágio na faculdade (sou formada em Direito)principalmente em casos de separação e pensão alimentícia, essa reclamação era corriqueira, sobre o pai ser ausente, mandar a pensão mas não se importar com o filho ou só vê-lo as vezes, não ter tanto comprometimento, e a orientação que dava as minhas clientes era a seguinte: infelizmente nós podemos obrigá-lo a arcar com sua obrigação cívil e moral (dar a pensão), mas não podemos obrigá-lo a dar afeto. E afeto só presta se for voluntário, já imaginou afeto forçado? Não faria nem bem á criança. Por isso não fique querendo dele, coisas que VOCÊ acha que são certas. Temos essa mania, eu tbém tenho e por isso vivo me decepcionando pois ainda não aprendi. Sempre espero que as pessoas tenham as mesmas atitudes que eu, ou aquelas que julgo certas. Acredito que ele ame o filho, mas cuidar, zelar, venhamos e convenhamos, é coisa de mãe, homem é diferente, não carregou no ventre, não sabe o que é ter um ser gerado do seu corpo. É isso que nos torna especiais! Vc me perdoa se fui cruel? Mas se vc estivesse aqui perto de mim eu lhe daria um abraço.
Taia, reze para ele ser feliz, encontrar alguém e ser feliz, e reze o mesmo para vc. Um dia aprendi que quando vc quer coisas boas pra si, vc deve querer coisas boas para o outro. É difícil rezar pra ele ser feliz com outra pessoa eu sei, mas é isso que vc merece tbém , encontrar um cara legal, que te ame, que ame seu filho, que queira envelhecer ao seu lado! E não viver no passado! VC VAI SER FELIZ< EU TENHO CERTEA E POSSO ATÈ APOSTAR, mas vc tem quem querer, e aí um dia daqui uns anos, vc vai lembrar do pai do seu filho e vai dizer: nossa como pude amar esse homem? (Falei demais... só mais uma coisa: o Rhian é muito lindo, ele tava mostrando o barrigão do neném????? Meu sobrinho faz isso qdo a gente pede!!!!)
Novamente me desculpe.
Bjocas

Anônimo disse...

Oi Taia,
Amiga concordo plenamente com vc sua prima tem razão tem doenças que se manifestam nas nossas vidas por causa do nosso interior que não anda bem...falar é fácil mas perdoar não é não,mas creio que o perdão é um dom que Deus nos dá,somente ele,basta pedir-mos e tbm crermos que ele nos dá...existem pessoas que infelizmente passam por nossas vidas e nos fazem muito mau e creio amiga que para perdoa-las é preciso conhecer a Deus,pq Deus é amor e quem esta proximo dele aprende a cada dia amar seu proximo...perdoar é preciso,libera seu perdão amiga,ore e peça a Deus esse dom de perdoar esse homem,creio que Deus vai te dar e que tudo vai dar certo!
Seu pequeno é lindo,parabéns:)
BjO

Cacau disse...

Taia, adorei o blog e vou te seguir.
Sobre o perdão e a questão da falta de afeto, olha, nem tente entender. Tente sim se cuidar.
Passo pelo o que vc passa com o Rhian, mas no meu caso são 3 filhos q o pai não vê e mesmo com determinação judicial, não paga pensão.
Às vezes fico muito chateada e enraivecida com a situação, por causa dos meus filhos, só que isso só consome minha energia, a qual eu posso gastar com coisa melhor.
É um exercício diário e tem dado certo.

bjsssssss

Vanessa Monteiro disse...

Oii Flor!

É dificil mesmo perdoar a quem nos fez mal...mais acredito que um dia essa raiva irá passar...enquanto não passa vai agindo como está, tendo pensamentos positivos e acreditando que o perdão é o melhor caminho para se tornar uma pessoa mais feliz!

Seu filho é LINDO DEMAIS!Parabéns!

Tenha uma ótima sexta...beijosss

E força ai tá?!