Objetivo

terça-feira, 11 de maio de 2010

Luta de Guerreiras - 10º e 11º dias

Cardápio do dia 10.05

Café da Manhã
500 ml. de chá gelado light
6 biscoitos cream cracker
3 biscoitos de maizena

Lanche da Manhã
1 barra de cereal Nutry sabor cookies & cream

Almoço
3 colheres de sopa de rondelle de carne
1o palitos de batata frita
2 copos de coca-cola

Jantar
1 pão francês com manteiga
1 fatia de bolo de chocolate
1 copo de refrigerante Diet

Água: muito pouca, cerca de 1,5 litros.
Exercícios físicos: não houve
Chá: meio litro (cerca de duas xícaras e meia)
Polichinelo: não fiz.

Cardápio de Hoje

Café da Manhã
1 xícara de chá mate com adoçante
7 biscoitos cream cracker
3 biscoitos de maizena

Lanche da Manhã
1 barra de cereal Trio sabor coco com chocolate

Almoço
1 panqueca de carne moída
Salada de alface, tomate, pepino e cenoura

Lanche da Tarde
1 xícara de arroz doce
1 xícara de chá mate com adoçante
3 biscoitos de maizena

Jantar
1 lanche natural de queijo branco, peito de peru, tomate e alface
1 lata de coca-cola zero açúcar

Rolou uma compulsão básica no fim da noite, comi umas porcarias ao chegar da faculdade...

Exercícios físicos: não houve
Chá: 2 xícaras
Polichinelo: não fiz
Água: 1, 2 litros

*****
Peço desculpas pelo desabafo e também pelo sumiço, mas é que a minha vida está de pernas para o ar. Gostaria também de agradecer os comentários carinhosos e de motivação, com certeza são palavras de incentivo como essas que nos fazem seguir o caminho do bem e não desistir jamais.
Estou com problemas em todos os campos da minha vida:
  1. Sentimental - bom, esse já não é novidade para ninguém, estou com o mesmo problema há 5 anos, e não consigo me sair dele.
  2. Familiar - meu filho está bem doente. Sábado levei-o ao hospital, pois fiquei preocupadíssima com sua tosse e dificuldade para dormir. Foi diagnosticado com laringite e um princípio de gripe, mas mesmo medicado, não houve nenhuma melhora em seu quadro clínico. Ontem, precisei sair mais cedo do trabalho para levá-lo novamente ao médico, dessa vez seu pediatra, e descobri que ele não só está com a laringite, mas também com uma gripe fortíssima, infecção no ouvido direito causada pela laringite, e também com "sapinho", proveniente de fungos, e que, provavelmente, foi adquirido na escolinha. Além disso, ele perdeu peso, o que me entristece muito, pois ele está um pouco abaixo do peso para sua idade, mesmo se alimentando super bem. Além disso, minha mãe tem pegado pesado no quesito "reclamações", mesmo sabendo que, no momento, eu nada posso fazer em relação ao assunto de suas lamentações. O pai do Rhian não é uma pessoa muito colaborativa e nem muito apegado a nada, por isso não posso contar com ele nem mesmo nos momentos de doença da criança, pois ele sequer liga para saber se está tudo bem, então eu fico meio sozinha nessa situação toda, embora não tenha feito o filho sozinha rs.
  3. Faculdade - trabalhos e mais trabalhos que se acumulam e eu não consigo fazer, consult (é o nome que a minha faculdade dá ao TCC rs), meu grupo todo se desfazendo, eu sobrecarregada, tendo que resolver todos os problemas referentes a esse assunto, faltas e mais faltas porque eu ando tendo que ir para casa cuidar do Rhian.
  4. Trabalho - tenho tanta coisa para entregar e tantos prazos que mal sei por onde começar.
  5. Eu mesma - estou ficando estressada ao extremo, o que, além de me estar trazendo transtornos físicos (cabelo caindo, pernas dormentes e inchadas, sonolência, dores de cabeça e fadiga), está me deixando muito ansiosa, o que me faz comer além do limite permitido. Estou me sentindo muito cansada, sem tempo para uma vida minha, e isso está me irritando um pouco, pois acho que não é porque tive um filho que precisa parecer que morri. Eu ainda tenho sonhos, ainda tenho desejos, ainda tenho objetivos na vida. Quero alcançá-los, quero subir alguns degraus, mudar de vida.

Confesso que sou uma pessoa que não sei me organizar. Quando me vejo com muitas atividades para fazer, simplesmente entro em pânico. Sei que todas as pessoas têm problemas, mas o meu maior problema é não saber como lidar com os meus. Eu sou uma pessoa muito difícil de conseguir se desligar das coisas, se sair de situações que não me fazem bem, mas eu já estou ficando saturada de conviver com coisas que estão me fazendo mal.
Preciso me organizar e encontrar uma saída, pois sinto que minha vida está emperrada justamente porque eu continuo dentro de uma situação que não está me favorecendo.

Mudança, já!

4 comentários:

Camila Santiago disse...

ohhh linda...e charme ke to fazendo ... kakaka...... vc e alguem mais que importante........ bjoks

pattydedieta disse...

AMiga!!!

Procure relaxar um pouco....sei que sua vida está bem complicada, mas qto mais a gente se estressa, mais as coisas dão errada...eu sei muito bem disso, pois passei por uma fase de muito estresse esses dias, mas qdo vc dá um tempo a si mesmo, parece que tudo vai melhorando.

Estou aqui torcendo para que dê tudo certo, e que tudo se resolva logo...e qualquer coisa que precisar...GRITA que tô aqui.

Bjos.

Mili disse...

Amiga... tem horas que parece que tudo vai dando errado, que não conseguimos resolver as coisas, mas tente não resolver todas ao mesmo tempo, cuide de cada um a seu tempo, priorize algumas e releve outras...eu tento fazer assim, senão vc acaba tentando ser 100% em tudo e não resolve nada!
De qq forma do aqui torcendo por vc viu?!
Se cuida!!!
Beijos

estica disse...

De nada adianta entrar em pânico. Há pequenas dicas para isso não acontecer. Quando estás bem disposta e não tens muito para fazer faz coisas que depois te darão tempo extra para respirar. Adiantar um trabalho mesmo que o deadline seja distante, fazer comida e congelar, passar aquelas duas coisas que não são nada mas se acumular vira pesadelo... Beijos e coragem! A força está cá dentro e não some com o vento. Só se esconde de vez em quando. Mas sempre cá dentro.