Objetivo

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Medo do Futuro

Hoje pela manhã, a caminho do trabalho, me peguei pensando em um assunto que sempre foi o grande temor da minha vida: o que será do meu futuro?
Passei 4 anos da minha vida rezando para a faculdade terminar logo, e agora que estou há menos de 3 meses do meu sonho realizado, bateu uma insegurança fortíssima. O que eu vou fazer da minha vida depois que terminar a faculdade? Será que vou perder os amigos que fiz? O que vou fazer com as noites desocupadas, além de cuidar do meu filho?
Sabe, desde criança, não sei explicar especificamente o por quê, sempre tive pavor da solidão. Acho que é por isso que sempre fui obcecada por relacionamentos amorosos. Sabe aquela coisa de você olhar para uma pessoa que nunca se casou e sentir pena dela? Você não conseguir imaginar como é sua vida, que é impossível ela ser feliz assim, e todo aquele blá blá blá que a sociedade nos enfiou goela abaixo? Pois é. Essa sou eu. Absorvi grande parte do discurso sobre padrões que ouvi o tempo todo, desde pequena. Absorvi e apliquei à minha própria vida.
Para as pessoas que pensam como eu, acreditem se quiser, eu conheço pessoas que são felizes sozinhas, que vão ao cinema sozinhas, que viajam sozinhas, que se divertem sozinhas. E sabe por que elas são felizes? Porque se amam o suficiente para se bastar! Gostam da companhia de outras pessoas, é claro, mas se não tiverem uma companhia, não se deprimem por causa disso. São pessoas que não se preocupam nem um pouco com a opinião alheia, que não colocaram nas mãos de ninguém a responsabilidade por sua felicidade, que correm atrás do que querem e que vivem a vida intensamente. Simplesmente admiro-as demais, por sua força, determinação e, principalmente, um amor-próprio incondicional.
Sei que não estou mais sozinha nunca mais nessa vida, pois tenho um filho lindo que está sempre comigo, mas ainda assim, tenho medo de não conseguir fazer a coisa certa para ele, de não ser a mãe que ele merece, de magoá-lo de alguma maneira.
Quanto ao meu emagrecimento, sempre me lembro de uma coordenadora do Vigilantes do Peso que dizia que não devemos associar nossa felicidade ao emagrecimento, pois isso pode ser muito frustrante. Por toda minha vida, acreditei que grande parte dos meus problemas estavam ligados ao meu excesso de peso. "Quando emagrecer, as pessoas vão prestar atenção em mim, vão me amar, vão me admirar, vão me respeitar" - eu sempre pensei isso, e hoje tenho medo de chegar ao meu objetivo final e perceber que meus problemas não tinham nada a ver com a gordura, e sim com a minha maneira de encarar a vida e as pessoas. Olha, são coisas que passam pela minha cabeça que nem Freud explicaria... rs
Eu estou com medo, confesso. Medo de um futuro incerto, medo do amanhã, medo da solidão. Vez ou outra essa sensação me invade e eu fico me sentindo assim, meio perdida.
Gostaria que vocês deixassem nos comentários o que pensam sobre suas vidas, quais os seus medos, seus anseios e seus desejos para o futuro, para eu saber se sou somente eu que vivo essas ansiedades constantes em relação à vida, ou se todos somos bastante parecidos neste aspecto. Ficarei muito feliz em saber um pouco mais sobre cada uma de vocês (fora o que eu descubro lendo o blog, é claro).

Que seu dia seja lindo!

11 comentários:

Bethynha disse...

oie querida..ai que legal que vc passou no meu cantinho..mais uma nova amiga
ja estou te seguindo viu
bjao

Camila Santiago disse...

oi flor... medo ..afff.. naum sei mais o que fazer com tanto medo ,,, pensamentos ruins que sinto sobre a vida... e o que fazer dela.
ver meu filho crescendo e ja penso o que fazer pra melhorar a vida dele.. ou o que ele pensa de mim o sobre seu futuro ...sei la.. medo de naum saber amar ...cuidar .... nossa.. se for pra relatar aki meus medos...tamu lascada...rsrsrsrs.... mas sei sobre vc... esta no caminho certo ... se cuidando ...se amando ... e terminando a facu ... nossa 3 meses em ... imagina eu que nem comecei ainda... obrigada pelas visitas... bjus

Dany Aoki disse...

oi! gostei do seu post.
Outro dia eu tb estava pensando sobre isso. Medo do futuro!
Acho que tenho medo de não conseguir realizar os meus sonhos, fiz faculdade de Direito e ainda não trabalho na minha área. Meu sonho é passar num concurso para trabalhar na área jurídica, está tão concorrido, estou indo atrás, mas tenho medo de o tempo passar, passar e eu não conseguir isso.
Tenho medo de me frustar como mãe.
Eu sempre penso que sempre tenho que dar o melhor de mim para a minha filha, ser mãe é mesmo sacrificante, tenho medo de me decepcionar.
Bom, acho que é isso....
bjos.

*Kika* disse...

Ei Teia!!!
Passei aqui pela 1ª vez e achei seu post super interessante...
Acho que ttodos nós temos medos, anseios, dúvidas... A profissão é algo muito complicado, afinal, temos que escolher algopara ser noso sustento, passamos anos na faculdade e depois ficamos sem saber se a escolha foi acertada ou não...
Acho que o bom é viver um dia de cada vez e se perguntar sempre: estou feliz?
Acho que e isso...
Bjs!!!

Rosângela Massoterapeuta disse...

Oi Flor
Uma ótima quarta feira para vc sem medo ;)
Muitos beijossssssss

Simone Domingues disse...

oii amada,

vc sempre com ótimos posts eu adoro ler as coisas que vc escreve.
as vezes tb fico pensando nisso
linda estou passando para te desejar um lindo dia e muita força gatona
beijosssss

Anônimo disse...

Oiiiiiiii,

Sabe, eu acho que é extremamente normal ter medo do novo, do desconhecido. eu mesma sou uma pessoa que tenho medo de tantas coisa - primeiro por causa de tantas decepções que venho tendo e segundo as coisas nunca acontecem exatamente como queremos.
O que não podemos deixar acontecer, é este medo nos impedir de viver, nos acorrentar!
E com relação ao peso, sabe - eu já fui gorda, magra, magrela, sarada e agora engordei novamente e em nenhum desses momentos fizeram me sentir melhor ou mais feliz. A felicidade está dentro da gente e das opções que fazemos para alcançá-la. Não podemos depositar todas nossas esperanças de alcançar "a tal felicidade" em um único evento específico. E dessa forma passaremos a vida esperando sermos felizes... há como eu seria feliz se emagrecesse, há como eu seria feliz se passasse no concurso... etc, e deixamos de ser felizes AGORA. Como sempre digo, não sou muito boa na prática, sou melhor para dar conselhos, mas temos que tentar usufruir desses momentos de felicidade no momento presente.

Muitos beijos.

Lays disse...

Oii Thaia!!
Medo todo mundo tem um pouco, eu sou um pouco diferente procuro não ficar pensando tanto no futoro se não fico presa nele e acabo não vivendo o presente como deveria eu deixo as coisas acontecerem gosto de pensar que tudo vai dar certo pra mim que eu vou ser ainda mais feliz amanhã e se eu não for pelo menos sei que por hoje eu fui feliz...
Bjoks e obrigado pelo carinho la no meu cantinho!!!

Tatha, somente... disse...

Sabe flor, somos duas....depois que me formei até fiquei achando que eu estava na profissão errada....na realidade estou na profissão certa, mais em empregos errados....mais calma....vai dar tudo certo

Bjokinhas flor :*

Camila Santiago disse...

oi linda... obrigada pelas visitas... sempre fiel .. eu to numa correria só ... bjoks

GÊ. disse...

Oiii

To fazendo visitinhas de medico na hora do almoço.. passei pra deixar um beijinho..